Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Adolescentes de 16 e 17 já podem doar sangue, decide Ministério da Saúde

Por Imprensa (terça-feira, 15/11/2011)
Atualizado em 15 de novembro de 2011

Para aumentar o percentual de doadores voluntários de sangue – que no Brasil e em Alagoas corresponde a 2% da população -, o Ministério da Saúde (MS) decidiu ampliar a idade para se candidatar voluntariamente. Os jovens que têm 16 e 17 anos também podem comparecer ao Hemocentro de Alagoas (Hemoal), em Maceió, e ao Hemocentro Regional de Arapiraca (Hemoar), em Arapiraca.


 


De acordo com a portaria publicada na edição da terça-feira (14), no Diário Oficial da União (DOE), o gesto não fica mais restrito aos maiores de 18 anos, sendo também ampliado para os idosos com até 68 anos. Isso significa dizer, segundo o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, que mais 14 milhões de brasileiros estão prontos para se candidatar à doação, contribuindo para diminuir a carência por sangue, como ocorre atualmente no Hemoal, que se encontra com o estoque em baixa.


 


“Com a portaria que publicamos nesta terça-feira, ampliamos o número potencial de doadores e a nossa expectativa é realmente passar das 3 milhões de doações por ano. Esta campanha reforça que a doação de sangue deve ser um hábito de solidariedade”, destacou Alexandre Padilha em entrevista concedida ao portal do Ministério da Saúde.


 


Para a diretora do Hemoal, Verônica Guedes, a iniciativa é louvável, pois irá contribuir para que mais jovens possam praticar o gesto de cidadania que representa a doação de sangue. “Já incentivamos as crianças e adolescentes alagoanos a doarem sangue, por meio do projeto Doador de Futuro, que percorre as escolas públicas e privadas do nosso Estado. Agora, poderemos ampliar nosso foco de ação e, para isso, já inserimos o Hemoal e o Hemoar nas redes sociais”, frisou.


 


Critérios para doação


Para a doação, o voluntário deve estar em perfeito estado de saúde, com pelo menos 50 kg e portar um documento de identificação. O candidato também não pode ter contraído hepatite após os 10 anos, sífilis, Aids e doença de Chagas.


 


No caso de gestantes e lactentes, é proibida a doação, e para os que quiserem doar novamente, estipula-se um prazo de dois meses para os homens e três para as mulheres.  As doações podem ser realizadas na sede do Hemoal, que funciona na Rua Jorge de Lima, no bairro Trapiche, próximo ao Estádio Rei Pelé, de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h, além dos sábados, das 8h às 12h.


 


Para os voluntários do interior do Estado, as doações devem ocorrer no Hemocentro Regional de Arapiraca (Hemoar), localizado na Rua Geraldo Barbosa Lima, no Centro de Arapiraca. O órgão também funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h, com exceção dos sábados, domingos e feriados.


 


Fonte: Agência Alagoas

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2021 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS