Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Alagoas lidera ranking dos homicídios de adolescentes

Por Imprensa (quarta-feira, 28/01/2015)
Atualizado em 28 de janeiro de 2015

Entre as capitais, Maceió ficou em segundo lugar, atrás apenas de Fortaleza

Alagoas é o estado que registrava o maior índice de assassinato de adolescentes, conforme a 5ª edição do Índice de Homicídios na Adolescência (IHA) divulgado nesta quarta-feira (28). No estado, o risco de adolescentes com idades entre 12 e 19 anos serem mortos antes de completarem o 19º aniversário é de 8,82 para cada 100 mil habitantes. Os dados são referentes ao ano de 2012.

Entre as capitais, Maceió ficou na segunda posição, com um índice de 9,37, atrás apenas de Fortaleza (9,92).

De acordo com o levantamento, a Região Nordeste também lidera o ranking com um índice de 5,95 mortes para cada 100 mil habitantes. Seguindo essa linha, entre os anos de 2013 e 2019 a expectativa é que sejam assassinados 16,180 adolescentes na região.

A Região Centro-Oeste vem logo depois do Nordeste, com IHA de 3,74 e 3.373 homicídios esperados; a Região Norte ocupa a terceira colocação entre as regiões, com 3,52 e 3.908 mortes esperadas. Em seguida vem a Região Sudeste, que embora tenha um índice de 2,25, espera 14.323 assassinatos de adolescentes.

Em suas conclusões, o estudo aponta um crescimento no número de homicídios de adolescentes de 12 a 18 anos de idade no Brasil e apresenta um ranking das cidades brasileiras com mais de 200 mil habitantes onde este índice se encontra mais elevado.

O levantamento foi preparado pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), Observatório de Favelas e Laboratório de Análise da Violência da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (LAV-UERJ).

Gazetaweb, com G1

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2021 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS