Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Alagoas registra 31 homicídios no feriadão da Semana Santa

Por Imprensa (segunda-feira, 1/04/2013)
Atualizado em 1 de abril de 2013

Onze vítimas foram assassinadas em Maceió; dados são de relatórios da Perícia Oficial do Estado

No feriadão de Semana Santa, 31 pessoas foram assassinadas em Alagoas, segundo relatórios divulgados pela Perícia Oficial do Estado. Os dados referem-se aos corpos que foram recolhidos às unidades de Maceió e Arapiraca do Instituto Médico Legal (IML) entre as 7h da Sexta-Feira da Paixão (29) e as 7h da segunda-feira (1).

Maceió foi o local que registrou a maior quantidade de homicídios: foram 11. Outras três pessoas foram mortas em São Miguel dos Campos. Já os municípios de União dos Palmares, Murici e Santana do Ipanema tiveram dois assassinatos, cada. Os demais casos ocorreram em Messias, Satuba, Viçosa, Limoeiro do Anadia, Palmeira dos Índios, Quebrangulo, Marechal Deodoro, Boca da Mata, Pilar, Junqueiro e Taquarana.

Dos 31 homicídios, cinco foram cometidos por uso de arma branca. Já uma pessoa foi assassinada por espancamento e os demais foram vítimas de arma de fogo.

O caso que mais chamou a atenção ocorreu na cidade de Junqueiro, onde o próprio pai jogou o filho – Valério Meneses – de oito meses, no chão, após ter raiva do menino. A criança foi socorrida por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) à Unidade de Emergência do Agreste (UEA) Doutor Daniel Houly, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Já o acusado foi preso em flagrante.

Já em Maceió, Jeferson Antônio da Silva, de 57 anos, foi morto supostamente pelo seu enteado, após uma discussão familiar. Djavan Amâncio da Silva Junior, de 27 anos, interveio em uma briga entre a mãe e o padrasto, que terminou morto após ser agredido.

Gazetaweb

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2021 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS