Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Amélia Dantas é sepultada no Parque das Flores

Por Imprensa (sexta-feira, 21/12/2012)
Atualizado em 21 de dezembro de 2012

Vítima de uma das piores tragédias da Polícia Civil de Alagoas, a Delegada Sindical do Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol) e policial civil Amélia Dantas foi sepultada no cemitério Parque das Flores, na taarde da sexta-feira (21).  Houve  cerimônia ecumênica com o pastor da Igreja Batista Wellington Santos e o padre Manoel Henrique.

Amélia Dantas morreu soterrada após a explosão de artefatos na Divisão de Investigação e Capturas (Deic) da Polícia Civil de Alagoas. O Sindpol responsabiliza a tragédia ao Governo do Estado que não investe nas condições de trabalho e nem valoriza dos policiais.

Explosivos e dinamites nunca deveriam estar na sede do Deic e em nenhuma delegacia de Alagoas, pois elas não possuem logística para guardar artefatos que colocam em risco a vida dos policiais civis e da população.

Amélia Dantas era uma sindicalista atuante. Sempre marcou presença nas lutas dos policiais civis por melhorias nas condições de trabalho, pela implantação do Plano de Cargos, Carreira e Subsídios (PCCS)  e pela aprovação do novo Piso Salarial da categoria.

O Sindpol presta homenagem a companheira lutadora que em vida sempre estive disponível para defender os policiais civis e lutar pela valorização e recuperação dos serviços públicos.

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2021 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS