Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

"Até agora não obtivemos proposta concreta, apenas enganação", diz Major

Por Imprensa (domingo, 5/06/2011)
Atualizado em 5 de junho de 2011


No início do mês, os Policiais Militares de Alagoas, em assembleia, decidiram adiar o aquartelamento. Enquanto isso, o Governo do Estado não se pronunciou em relação às reivindicações da categoria, como a melhoria de condições de trabalho e a valorização salarial.

As negociações seguem paradas e, por conta disso, a categoria deverá realizar nesta terça-feira (10) uma grande mobilização estadual. A ideia é organizar uma manifestação com o maior número de policiais militares. Por isto, vários ônibus foram fretados por todo o Estado para realizar o transporte dos militares do interior para capital alagoana.


De acordo com o Major Wellington Fragoso, presidente da Associação dos Oficiais da Polícia Militar de Alagoas (Assomal), a categoria continua insatisfeita, já que não conseguiram respostas do Poder Executivo quanto às reivindicações.


“Até agora não obtivemos nenhuma proposta concreta, apenas enganação. Isso não pode acontecer. Já passaram vários secretários e nada da categoria ser respeitada”, esbravejou Major Fragoso.


Ainda de acordo com o oficial, a proposta, agora, é realizar um `desaquartelamento’ em toda Alagoas. “Vamos faltar ao trabalho já que não estamos sendo respeitado. Será uma mobilização nunca vista”, frisou Fragoso, pontuando ainda que o Estado está brincando com a Polícia Militar.


A mobilização está marcada para às 15 horas, desta terça-feira, no Centro de Maceió.


Jonathas Maresia  – Cadaminuto

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2021 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS