Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Conselho de Entidades definem ações de mobilização dos policiais civis

Por Imprensa (quarta-feira, 7/08/2013)
Atualizado em 7 de agosto de 2013

O Conselho de Entidades da Cobrapol se reuniu, em Brasília, nos dias 5 e 6 de agosto, para definir as atividades de mobilização dos policiais civis, como a participação da marcha pela aprovação do Piso Nacional (PEC 300/446). O presidente do Sindpol, Josimar Melo, o 2º vice-presidente, Carlos José, e o membro do Conselho Fiscal José Carlos Bispo, o Carlão, também participaram do encontro.

O Sindpol  foi com a missão de defender a participação da categoria na luta pela aprovação da PEC 300/446. “O encontrou foi positivo porque buscamos a unidade nacional através da luta pela criação do Piso Nacional das polícias, e a nossa proposta foi acatada pelos representantes de entidades”, informou Josimar Melo.

Entre as deliberações do Conselho, está a realização da Marcha das Polícias Militar, Corpo de Bombeiro e Civil, nos dias 20 e 21 de agosto, em Brasília. Também ficou decidido que, no dia 21, os policiais civis deverão fazer uma visita ao Ministério da Justiça para pressionar o Governo Federal agilizar a Lei Geral da Polícia Civil.

Com relação à Lei da Anistia – nº 12.848/2013, a Cobrapol decidiu procurar um deputado federal para estender o direito aos policiais civis. Com a lei, as punições devido à participação de movimentos reivindicatórios desde 1997 foram anistiadas.

No encontro, as lideranças também aprovaram uma Moção de Apoio à Cobrapol, condenando os ataques que a Confederação vêm sofrendo por entidades que querem apenas a divisão e o enfraquecimento da categoria. “A Cobrapol é a única e legitima representante dos policiais civis. Repudiamos as entidades que entraram com a ação para cancelar o registro da Cobrapol, também assim, as entidades que apoiam a referida ação”, revela.

As reivindicações defendidas pela entidade nacional incluem a Lei Geral da Polícia Civil e a aprovação em segundo turno pelo Plenário da Câmara dos Deputados do Piso Salarial Nacional. De acordo com o presidente da Cobrapol, Jânio Bosco Gandra, essas duas conquistas são imprescindíveis para a valorização do policial civil em todo o país.

Após o encontro, as lideranças da Polícia Civil foram participar de uma audiência pública, na Câmara Federal, sobre PEC 339, que trata do adicional noturno dos servidores da segurança pública do Brasil; no entanto,  a audiência acabou sendo adiada para o dia 13 de agosto.

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2021 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS