Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Defesa Social restringe divulgação de dados do IML

Por Imprensa (quinta-feira, 10/05/2012)
Atualizado em 10 de maio de 2012

O diretor da Perícia Oficial do Estado, coronel Roberto Liberato, enviou ofício à direção do Instituto Médico Legal Estácio de Lima, em Maceió, determinado que a partir da quarta-feira, dia 9, nenhum dado sobre a liberação – ou não – de corpos por parte do instituto pode ser repassada à imprensa pelo órgão.

Os dados devem ser compilados e divulgados – oficialmente – apenas pela ‘assessoria integrada de comunicação da Secretaria de Defesa Social (Seds)’. Segundo o ofício, a não divulgação dos dados se dará para evitar o ‘choque e/ou duplicidade de informações’.

Medida semelhante havia sido anunciada no carnaval desse ano, mas não se concretizou. Na terça-feira, 8, um profissional de comunicação ficou por mais de oito horas aguardando a liberação do corpo da mãe do IML de Maceió. O corpo já estava dentro do caixão, mas não havia a assinatura do legista para a liberação do cadáver. O caso repercutiu nas mídias sociais e foi citado por várias autoridades.

O IML ainda enfrenta, de forma recorrente, a interrupção de necropsias por falta de água. O caso foi denunciado por todos os veículos de comunicação, em diversas ocasiões.

A divulgação dos números de corpos que dão entrada no IML é uma ferramenta utilizada pelos veículos de comunicação para confrontar os dados divulgados diariamente no relatório de ocorrências do Centro Integrado de Operações da Defesa Social (Ciods), uma vez que em alguns casos a vítima de violência é socorrida e a constatação do óbito só se dará com a entrada do corpo no IML. As informações, servem, sobretudo, para medir os índices de violência em Alagoas.

Ainda segundo o ofício, o diretor do IML, Gerson Odilon, deve ‘instruir’ os funcionários para que estes não forneçam informações à imprensa. A reportagem do Alagoas24Horas entrou em contato com assessoria de comunicação da Perícia Oficial, que confirmou a determinação.

Alagoas24horas

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2021 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS