Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Deic paralisa todos os trabalhos

Por Imprensa (quinta-feira, 5/05/2011)
Atualizado em 5 de maio de 2011

Os policiais civis da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic) decidiram paralisar todos os trabalhos, fortalecendo a greve que já dura dez dias.

A decisão aconteceu durante a reunião com o comando de greve no prédio do Deic, na tarde desta quinta-feira (05). Com isso, todos os núcleos: Ações Táticas; Inteligência Policial e seções: Investigação sobre Roubos e Frutos de Veículos e Cargas; Anti-sequestro e Investigações sobre Crimes contra o Patrimônio e Investigações Gerais estão parados.


Os policiais civis se manifestaram bastante revoltados com a desvalorização pelo Governo do Estado. Na reunião, o diretor da Confederação Brasileira dos Policiais Civis (Cobrapol), José Carlos Fernandes Neto, o Zé Carlos, disse que se um policial for preso ou transferido por estar na greve, todos terão que ser presos ou transferidos, conforme decisão da assembleia geral da categoria. “Não tem recuo. Só iremos sair com a conquista efetiva”, declarou.


A validade dos coletes à prova de bala irá se vencer no dia 19 de maio, e até agora não foram trocados. Uma parte dos coletes já se venceu, e os policiais devolveram à Delegacia Geral.


“Não dá para continuar do jeito como está. Sempre dei meu sangue à Polícia Civil. O Estado te coloca numa operação para você levar balas dos criminosos com esses coletes vencidos. Hoje o meu sangue está preto, preto de greve. Não vamos fazer mais nada”, desabafou um policial.

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2021 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS