Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Delegacia de Santana tem superlotação, tentativa de fuga e fezes nas celas

Por Imprensa (segunda-feira, 8/04/2013)
Atualizado em 8 de abril de 2013

A Delegacia de Santana do Ipanema tem enfrentado problemas que vão além da superlotação, garantem agentes de polícia que trabalham no local. Na tarde desta segunda-feira (8), policiais informaram à Gazetaweb que, além de abrigar 75 presos (quando a capacidade do prédio é para 30), duas celas do local estão interditadas depois que canos da rede de esgoto estouraram e espalharam fezes.

Durante o final de semana, a Regional enfrentou a nona tentativa de fuga. “O jeito é rezar para que não aconteça uma tragédia. Ninguém faz nada. É assim que se trata a segurança pública em Alagoas”, relatou um policial civil à  Gazetaweb, nesta segunda-feira (8).

De acordo com o agente plantonista, apenas cinco celas abrigam presos. Isso porque, em duas delas, o cano por onde passa o esgoto estourou e as fezes se espalharam, gerando revolta entre os custodiados. Outra teve de ser interditada devido a nona tentativa de fuga registrada na delegacia, alvo de denúncia do Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol) e da Associação dos Delegados de Polícia (Adepol).

“Temos as celas 1 e 3 inundadas por fezes. Isso é desumano. Os presos também merecem respeito. Ou transforma isso aqui num Cadeião, ou se transfere de vez estes presos”, acrescentou.

Nova tentativa de fuga

Nesta segunda-feira, segundo os policiais, apenas quatro agentes estavam de plantão na delegacia, com a responsabilidade de custodiar 75 presos. Segundo informação da assessoria de comunicação da Polícia Civil, na noite desse sábado (6), a equipe plantonista percebeu uma movimentação estranha em uma das celas e desconfiou de mais uma tentativa de fuga.

Homens da Polícia Militar foram acionados para ajudar no reforço da segurança e fizeram revista na carceragem, apreendendo armas artesanais. Um buraco foi feito na cela pelos presos, que foi fechado de forma improvisada.

O diretor de Polícia Judiciária no Sertão, delegado Robervaldo Davino, informou que os presos que se encontram em Santana deverão sair de lá com a entrega do novo presídio, que vai funcionar em Craíbas. “Infelizmente, esta é a situação de muitas delegacias. Vamos transferir os presos quando concluírem o presídio, o que deverá acontecer em julho. Não temos onde colocá-los agora. Com isso, estamos sendo vítimas da nossa eficiência, prendendo demais”, acrescentou Davino.

Gazetaweb.globo.com

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2021 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS