Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Delegacia Geral e Corregedoria designam três delegados para apurar deslocamento de colchão

Por Imprensa (segunda-feira, 28/11/2011)
Atualizado em 28 de novembro de 2011

Data: 22/11/2011


A Corregedoria de Polícia Civil desperdiça tempo de delegados para apurar um suposto deslocamento de colchão na Central de Polícia Civil.  Em janeiro de 2010, o policial civil e sindicalista Jorge Luis, que é lotado no 3º Distrito Policial, estava de plantão quando foi acusado de tirar o colchão do alojamento para o cartório da Central de Polícia.


Atendendo à reclamação da coordenadora da Central, Maria Goreti, o então Delegado Adjunto da Polícia Civil José Edson publicou portaria, em menos de dois dias, designando três delegados para investigar o sindicalista. Para Jorge Luis, que é vice-diretor de Comunicação, a motivação foi uma forma para retaliá-lo por sua atuação sindical.


Em sua defesa, Jorge Luis destacou sua indignação com a instituição policial. “A Polícia Civil tem que prestar um serviço útil à sociedade para combater a violência, começando pelas centenas de inquéritos, que não são apurados”.


O caso está servindo de chacota no meio policial. O sindicalista também aponta a falta de condições de trabalho na Central. “Somos submetidos a descansar em um alojamento que apresenta condição insalubre. As camas estão quebradas e os colchões mofados, jogados no chão”.  

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2021 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS