Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Deputados gastaram R$ 40 mi em bufet, papel…

Por Imprensa (quarta-feira, 20/04/2011)
Atualizado em 20 de abril de 2011

Assembleia Legislativa de AlagoasEm meio a uma ameaça de greve geral dos trabalhadores da Educação e dos policiais civis- eles querem reajustes nos salários- os deputados estaduais votam, na semana que vem, o reajuste de 100% nos próprios salários- hoje, um parlamentar ganha R$ 9,6 mil.


E falta dinheiro para dar reajustes aos deputados? A Casa de Tavares Bastos gasta, assim, o dinheiro público:


1. Até abril, os deputados usaram R$ 40,3 milhões para pagar as próprias despesas, entre elas, a verba de gabinete;


2. Em abril, os deputados contrataram um bufet para as sessões legislativas. Conta de R$ 6.221,00. Dinheiro fracionado, para burlar a Lei de Licitações;


3. Em novas despesas fracionadas, em abril, os parlamentares gastaram R$ 15.876,64 para comprar papel ou artigos de escritório. E até hoje falta papel, nos gabinetes;


4. R$ 10.800 (também em abril) em despesas fracionadas, sem licitação, para o conserto dos computadores, sempre problemáticos (e como quebram por lá);


5. O gasto acima foi com uma única empresa- a mesma contratada para todos os serviços nos computadores legislativos. Para dar ares de um “rodízio” na hora de gastar, contratou, sem licitação, outra empresa. E R$ 6.500,00 em dinheiro público.


6. Em serviços eletrônicos- sabe-se lá onde- R$ 4.835,00. Novidade? Sem licitação e despesas novamente fracionadas. Em abril;


7. Também em abril, R$ 11.499,31 com a polêmica Elógica. Tudo sem licitação e despesas fracionadas;


E qual a garantia para se gastar tanto? O olhar sempre vigilante do Ministério Público Estadual. Atenção redobrada.


Blog do Odilon

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2021 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS