Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Em nota, Sindpol destaca que o desmonte da segurança pública é uma decisão política do Governo

Por Imprensa (terça-feira, 29/05/2012)
Atualizado em 29 de maio de 2012

O Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol) publica nota de solidariedade à família do médico assassinado no Corredor Vera Arruda, no último sábado.

Na nota, o sindicato destaca que a morte do senhor José Vasco Alfredo Tenório é mais uma entre milhares, ocorridas no Governo de Alagoas, que já contabiliza mais de 11.500 homicídios durante cinco anos.

“A política adotada pelo atual Governo é de total sucateamento do sistema de segurança pública. Os policiais estão totalmente desestimulados com baixos salários e sem perspectivas de valorização profissional. As delegacias estão sucateadas. Muitas passam por ‘eternas reformas’ que estão sendo investigadas pelo Ministério Público estadual com suspeitas de superfaturamento”, diz a nota.

Para o Sindpol, o desmonte da segurança pública em Alagoas é uma decisão política do Governo. “Há muitos recursos financeiros no Estado para recuperar os serviços públicos, mas o que existe de fato são as denúncias de desvios do dinheiro público, e o governo totalmente descomprometido com a vida dos alagoanos.

 

NOTA

 O Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol) vem a público se solidarizar com a família do médico José Vasco Alfredo Tenório, brutalmente assassinado no Corredor Vera Arruda em Jatiúca.

A morte do senhor José Vasco Alfredo Tenório é mais uma entre milhares, ocorridas no Governo de Alagoas, que já contabiliza mais de 11.500 homicídios em cinco anos.

A política adotada pelo atual Governo é de total sucateamento do sistema de segurança pública. Os policiais estão totalmente desestimulados com baixos salários e sem perspectivas de valorização profissional. As delegacias sucateadas. Muitas passam por ‘eternas reformas’ que estão sendo investigadas pelo Ministério Público estadual com suspeitas de superfaturamento.

As denúncias de desvios do dinheiro público é uma constante desse governo. Na Secretaria de Defesa Social, foram desviados 300 milhões (Operação Espectro). O governo gastou R$ 28 milhões com aluguéis de automóveis e mais R$ 5 milhões com locação de helicópteros em 2011. A empresa beneficiada com os aluguéis de helicópteros é a mesma que prestou serviço na campanha para o Governo de Alagoas. Essas denúncias estão sendo investigadas pelo Ministério Público através dos inquéritos civis de números 11/2012 e 14/2012 na Vara da Fazenda Estadual.

O Sindpol entende que o desmonte da segurança pública em Alagoas é uma decisão política do Governo. Há muitos recursos financeiros no Estado para recuperar os serviços públicos, mas o que existe de fato são as denúncias de desvios do dinheiro público, e o governo do Estado totalmente descomprometido com a vida dos alagoanos.

A direção

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2021 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS