Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Em nova eleição no Conasp, Cobrapol é reeleita

Por Imprensa (quinta-feira, 20/12/2012)
Atualizado em 20 de dezembro de 2012

A Comissão Eleitoral do Conselho Nacional de Segurança Pública (CONASP) realizou na terça-feira (18/12) nova eleição em segundo turno para a escolha das entidades que irão compor o Conselho no biênio 2013-2014. A primeira eleição, realizada dia 30/11, foi indeferida visto que algumas entidades não conseguiram votar em função de problemas técnicos no sistema. Tanto no primeiro quanto no segundo turno das eleições, a Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis (COBRAPOL) foi mais uma vez eleita para compor o órgão como única representante dos policiais civis. 47 entidades participaram das eleições, muitas delas sem concorrer a uma vaga. A COBRAPOL recebeu o voto de 35 entidades e agradece a todos que expressaram nas urnas do CONASP a sua confiança na direção da Confederação .

Um fato curioso é que a Feipol Centro-Oeste, entidade que é filiada à COBRAPOL, tentou impugnar a candidatura da Confederação ainda no primeiro turno das eleições, com a alegação de que a COBRAPOL teria tido seu registro sindical anulado junto Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). A Comissão Eleitoral do CONASP, de forma totalmente imparcial, buscou informações sobre a questão e recebeu o esclarecimento de que o registro não foi suspenso pela Justiça, visto que o processo ainda está sub judice, ou seja, que ainda não possui sentença final.

A notícia da iniciativa da Feipol Centro-Oeste foi considerada pela direção da COBRAPOL como um grande equívoco, não apenas por esta ser uma entidade filiada à Confederação, mas especialmente pelo fato de que se a COBRAPOL não fosse eleita para o CONASP não haveria nenhuma entidade representando o conjunto dos policiais civis no Conselho, apenas os delegados de polícia teriam representação.

O presidente da COBRAPOL, Jânio Bosco Gandra, lembra que é muito importante para a categoria polícia civil integrar o CONASP, visto que o Conselho terá em 2013 um papel fundamental na aprovação da Lei Geral da Polícia Judiciária, com um texto que traga benefícios para todas as classes de policiais civis e não apenas uma ou outra.

BOA NOTÍCIA

Esta semana, a Federação de Policiais Civis da Região Sudeste se reuniu em Brasília para discutir a sua formalização. Ficou acertado que no dia 20 de janeiro de 2013 a direção da federação voltará a Capital Federal para dar entrada nos documentos do seu registro junto ao MTE.

Por Giselle do Valle Fonte: Imprensa Cobrapol

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2020 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS