Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Estado inicia ano com violência fora de controle

Por Imprensa (segunda-feira, 3/02/2014)
Atualizado em 3 de fevereiro de 2014

O Estado de Alagoas registrou 2.260 homicídios em 2013 Em janeiro de 2014, foram assassinadas 210 pessoas, 14 a mais do que em 20123. Não adiantam os investimentos federais, a pirotecnia das operações policiais espalhafatosas, nem mesmo a dança das cadeiras no comando da segurança pública em Alagoas. A violência continua avançando.

A cada boletim do Instituto Médico Legal (IML) divulgado pela Perícia Oficial de Alagoas, a matança é exposta em números. Se depender dos dados do primeiro mês de 2014, o ano que acaba de começar pode ser ainda mais violento do que 2013. De acordo com levantamento feito pela Gazeta, de 01 a 31 de janeiro, nada menos que 210 pessoas foram assassinadas em Alagoas. Foram 14 mortes a mais do que no mesmo período do ano passado, quando foram registrados 196 homicídios, numa impressionante média de quase sete mortes violentas por dia.

Para quem acha que o número é inexpressivo, basta uma comparação com o Distrito Federal, que tem quase 3 milhões de habitantes. O jornal Correio Braziliense alardeia o que acha um absurdo o crescimento de 42% no número de homicídios no Distrito Federal, nos primeiros 30 dias de 2014. A reportagem publicada na última sexta-feira afirma que, segundo dados da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP/DF), até a última sexta, 31, haviam sido registrados 70 homicídios, apenas um terço do número de mortes verificadas em Alagoas, que tem a mesma quantidade de habitantes.

Gazeta de Alagoas – LELO MACENA

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2021 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS