Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Estados definem paralisações e protesto pelo piso

Por Imprensa (quinta-feira, 22/04/2010)
Atualizado em 22 de abril de 2010

Os policiais civis, militares, bombeiros e agentes penitenciários de todo o país prometem parar suas atividades nestaa sexta-feira, dia 23 de abril, pelo retorno à pauta de votação da Câmara dos Deputados da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 446/09, que cria o Piso Salarial Nacional.


A matéria foi aprovada em primeiro turno no início do mês de março, ficando quatro destaques para serem apreciados. Mas a PEC foi retirada da pauta logo em seguida, por meio de um acordo de líderes. Desde então, a Cobrapol tem feito gestões junto a parlamentares e ao próprio governo para garantir a votação da PEC.
   
Vários sindicatos já estão com mobilizações organizadas para a data em diversas capitais:
   
– Em Goiânia, o Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Goiás (SINPOL/GO) fará um ato com concentração na Praça do Trabalhador em Goiânia, às 8h30.


– Em São Paulo, o Sindicato dos Investigadores de Polícia do Estado (SIPESP), organiza uma carreata com saída às 12h, da Praça Campos Bagateli (Zona Norte), passando pelo Quartel do Comando da PM, Delegacia Geral, Secretaria de Segurança até a Assembléia Legislativa, com ato de encerramento no Plenário Teotônio Villela.
   
– Em Belém, no estado do Pará, a atividade organizada pelo Sindicato dos Servidores Públicos da Polícia Civil (SINDPOL/PA) será na Praça do Operário, no bairro de São Brás, a partir das 9h.
   
– Em Salvador, o Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Secretaria de Segurança Pública do Estado da Bahia (SINDPOC/BA) organizou uma carreata na manhã de hoje e mobiliza toda a categoria para a paralisação nacional de 24 horas.
   
– Em Campo Grande, o Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Mato Grosso do Sul (SINPOL/MS) convocou uma mobilização de todos os policiais com concentração a partir das 7h, em frente à DEPAC/1ª DP.


– Em Manaus, a data será marcada por uma assembleia-geral extraordinária convocada pelo Sindicato dos Funcionários da Polícia Civil do Estado do Amazonas, às 10h. Na pauta, além da paralisação pela aprovação da PEC 446/09, uma discussão sobre o reajuste da data base da categoria.
   
– Em Maceió, uma assembleia convocada pelo Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (SINDPOL/AL) aprovou a paralisação de 24 horas, com a realização de um ato público de protesto unificado em frente à Central de Polícia, às 8h, seguida de uma caminhada até o Palácio do Governo.
   
– Em Florianópolis, o Sindicato dos Trabalhadores em Segurança Pública de Santa Catarina, realiza um ato público, das 12h às 14h, em frente à 1ª DP.
   
– Em Vitória, o Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo organizou uma concentração na Chefatura da Polícia Civil, das 8h às 18h.
   
Fonte: Cobrapol

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2021 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS