Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Governo acena com cartão alimentação. Sindpol aguarda proposta de Piso Salarial

Por Imprensa (quarta-feira, 19/02/2014)
Atualizado em 19 de fevereiro de 2014

O secretário de Defesa Social, Eduardo Tavares, informou aos diretores do Sindpol que o Governo do Estado irá atender o pleito do cartão alimentação da mesma forma como foi concedido aos militares. A declaração foi dada na reunião que estava presente o Delegado Geral, Carlos Alberto Reis, a procuradora do Estado Maria de Fátima Medeiros, do Núcleo da Procuradoria Geral do Estado no Gabinete Civil; promotor de Justiça Flávio Gomes da Costa Neto, do Controle Externa da Atividade Policial e a secretária Adjunta da Gestão Pública, Ricarda Calheiros.

No encontro, que durou mais de três horas, no Palácio República dos Palmares, nesta quarta-feira (19), o Sindpol trata do Piso Salarial de 60% do salário do delegado e do Plano de Cargos, Carreiras e Subsídios (PCCS), além do cartão alimentação, do adicional de periculosidade e do auxílio transporte.

A Procuradora de Estado Fátima Medeiros pretendia negociar apenas as modificações do PCCS sem a reclassificação. O presidente do Sindpol, Josimar Melo, informou que a categoria não abre mão do aumento do Piso Salarial, além do Plano.

O secretário de Defesa Social, Eduardo Tavares, demonstrou interesse em atender a pauta de reivindicação da categoria. Para ele, um policial de uma instituição não pode ganhar mais que outra. Ele se comprometeu a definir uma proposta de piso salarial para os policiais civis, nesta quarta-feira (19), junto ao governador Téo Vilela. Para ele, segurança pública é questão de Estado, não apenas de governo.

Flávio Gomes disse que, por conta da Operação Padrão, está sem realizar inspeção nas delegacias. Eduardo Tavares também informou que está desviando o trabalho dos policiais da Força Nacional para atender a população.

A procuradora definiu se reunir com o diretor de Planejamento, Stélio Pimentel Jr, na sexta-feira (21), a partir das 11 horas, no Palácio República dos Palmares para fazer as modificações e adequações do PCCS.

 

Novas mobilizações

Após a reunião, o presidente do Sindpol, Josimar Melo, o diretor de Planejamento, Stélio Pimentel Jr, e o Delegado Sindical Carlos Jorge da Rocha repassaram as informações aos policiais civis que estavam mobilizados em frente ao Palácio do Governo.

Josimar Melo parabenizou a categoria por realizar a Operação Padrão e estar presente ao ato público, aguardando o desdobramento das negociações.

No ato público, os policiais civis decidiram se reunir, nesta quinta-feira (20), em frente à sede do Sindpol, a partir das 9 horas.

Também ficou deliberada a devolução das viaturas à Delegacia Geral, caso o governo não apresente a proposta de piso salarial até às 16 horas nesta quinta-feira (20).

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2020 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS