Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Governo pede trégua, policiais decidirão sobre Operação Padrão em assembleia geral

Por Imprensa (sexta-feira, 7/02/2014)
Atualizado em 7 de fevereiro de 2014

O Sindpol participou de uma reunião com o secretário de Gestão Pública, Alexandre Lajes, e o secretário de Defesa Social, Eduardo Tavares, na Secretaria de Gestão Pública, na noite da quinta-feira (06), para se informar sobre o envio do anteprojeto de lei do Plano de Cargos, Carreiras e Subsídios (PCCS).

No encontro, o secretário Alexandre Lajes informou que o Gabinete Civil fez vários questionamentos sobre o anteprojeto de lei do PCCS, que, segundo ele, precisavam ser modificados. A informação desagradou a direção do sindicato. O presidente do Sindpol, Josimar Melo, ressaltou que a categoria deu prazo suficiente ao Governo do Estado resolver as eventuais modificações no Plano.

Lajes pediu paciência e disse que ele e o secretário de Defesa Social estavam empenhados pela implantação do PCCS. O Delegado Sindical Carlos Jorge da Rocha citou as conquistas da Polícia Militar, a PEC da carreira jurídica dos delegados, mas que para os policiais civis o governo não estava tratando a categoria com a mesma rapidez.

Na reunião, os secretários pediram uma trégua de até o dia 17 de fevereiro para fazer os ajustes jurídicos no PCCS e enviá-lo à Assembleia Legislativa.

Lajes agendou uma reunião com a secretária Adjunta Ricarda Pontual Calheiros, para manhã desta sexta-feira (07), na Segesp, para tratar dos pontos do PCCS questionados pelo Gabinete Civil.

Os detalhes das reuniões serão repassados aos policiais civis, na assembleia geral, que será realizada nesta sexta-feira (07), às 14 horas, no auditório dos Urbanitários, onde a categoria decidirá sobre a mobilização.

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2021 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS