Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Homens invadem delegacia, trancam agente em cela e levam dois presos

Por Imprensa (segunda-feira, 7/11/2011)
Atualizado em 7 de novembro de 2011

Bandidos humilharam policial e ainda roubaram armamentos, coletes e documentos pessoais; fato ocorreu em Igaci


 


Um caso inusitado ocorreu, na tarde do domingo (03), na Delegacia Regional de Igaci, onde o agente de polícia José Carlos Bispo, que é dirigente do Sindpol, foi `preso’, em uma das celas, após exigência de cinco homens armados, que invadiram o local e levaram dois detentos como brinde. Durante a ação, o policial foi humilhado e o grupo ainda roubou coletes e armas do alojamento.


Em entrevista à produção da Rádio Gazetaweb, a policial Maria Pinheiro, da Delegacia de Palmeira dos índios detalhou que, na ocasião, havia seis presos, distribuídos em duas celas. Carlos Bispo encontrava-se sozinho, de plantão, no momento em que cinco homens – três deles munidos de capacetes e portando revólveres calibre 38 – invadiram o local, exigiram que a vítima deitasse no chão e humilharam-na em seguida. “Bispo levou socos, chutes e pontapés e, depois, segundo ele, disseram: `Levanta, vagabundo; mão na cabeça!’. Nisso, outros comparsas roubaram sua carteira, contendo documentos pessoais, celular e quatrocentos reais” – explicou Maria, reforçando que a chave do veículo pertencente ao policial também foi retirada de seu bolso, mas eles queriam, somente, a arma da vítima.


Após roubá-lo, os bandidos ordenaram que José Carlos abrisse uma das celas, em que estavam Carleandro, detido por assalto à mão armada, e José Antônio Gomes da Silva, por receptação de material roubado e porte ilegal de arma. Ao abrir a porta, um deles chamou o detento Carleandro, que foi acompanhado por Antônio. “Ainda restou um, mas não quis fugir. E, por incrível que pareça, o nosso colega acabou sendo preso na cela, com a própria chave, mas não podia abrir, porque tem uma trava na parede que só permite a abertura a quem está do lado de fora” – disse Pinheiro.


Desfecho


A ação ainda contou com um roubo no alojamento e no cartório da delegacia, onde foram levados armamentos, coletes e uma arma de inquérito. Após a invasão, que durou minutos, os acusados e os presos empreenderam fuga, tomando destino ignorado, e José Bispo gritou por vizinhos. De acordo com Maria Pinheiro, o agente de polícia jogou a chave e os moradores abriram a cela.


O caso será acompanhado pelos delegados Genilson de Souza, titular de Igaci, Sílvio Costa de Lima, de Palmeira dos Índios, e Eraldo Brasil Filho, da cidade de Coité do Nóia.


Gazetaweb – com Jobison Barros

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2021 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS