Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Militares denunciam escalas excessivas ao Ministério Público

Por Imprensa (terça-feira, 2/03/2010)
Atualizado em 2 de março de 2010

Os militares estão denunciando ao Ministério Público Estadual as escalas excessivas.


 


A  Associação dos Subtenentes e Sargentos Militares de Alagoas (Assmal) afirma que os militares, especialmente, da 3ª Companhia independente de Paripueira, 5ª Companhia de Marechal Deodoro e Barra de São Miguel estão cumprindo uma jornada de trabalho de 24 horas por 48 de descanso, mas nos dias de folga são obrigados a fazer escalas extras e instruções nas companhias.


 


“Com essa jornada de trabalho alguns militares já estão depressivos e estressados. Em alguns batalhões, os militares estão recebendo tratamento no Centro de Assistência Social da PM (CAS) com encaminhamentos feitos por psicólogos para o Hospital psiquiátrico Portugal Ramalho”, ressaltou o Assmal, sargento Teobaldo de Almeida.

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2021 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS