Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Polícia Civil acredita que corpo carbonizado seja de escrivão

Por Imprensa (domingo, 22/09/2013)
Atualizado em 22 de setembro de 2013

Ao lado do corpo, foi encontrado um colete à prova de balas da PC

Na madrugada do sábado (21), os policiais Militares do 10º BPM encontraram um corpo carbonizado dentro de um carro em uma propriedade rural no município de Igaci, cidade distante 146 km da capital. O achado de cadáver mobilizou diversas autoridades da região e há suspeita – neste primeiro momento – de que vítima possa ser o escrivão da Polícia Civil, José Santos de Oliveira, que atua há alguns meses na cidade de Palmeira dos Índios. Ele já fez parte da diretoria do Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol).

À reportagem da Gazetaweb, os agentes do 64º Distrito Policial (DP) informaram que o escrivão José Santos de Oliveira estava de plantão nesta sexta-feira e minutos antes da madrugada saiu do serviço para jantar e não retornou. Diante dessas informações, as equipes da Polícia Civil acreditam que o corpo seja do agente, que sempre apresentou conduta profissional exemplar, conforme relatos dos colegas.

Ainda segundo a Polícia Civil, as equipes localizaram próximo ao carro um colete à prova de balas, com as iniciais da PC. “Infelizmente, tudo nos levar a pensar que esse corpo é do nosso colega. No entanto, apenas o exame de DNA poderá atestar se de fato o nosso colega foi morto dessa maneira criminosa”, lamentaram os agente da PC.

Mesmo sem muitas informações, a Polícia Civil investiga as circunstâncias que levaram ao crime. Apesar das diversas diligências, ninguém foi preso até o momento. O corpo foi encaminhado para o Instituo Médico Legal de Arapiraca (IML) onde será submetido à necropsia.

Gazetaweb

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2021 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS