Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Polícia indicia sargento da Força Nacional por abuso de autoridade

Por Imprensa (sexta-feira, 12/04/2013)
Atualizado em 12 de abril de 2013

A Polícia Civil de Alagoas indiciou o sargento Nilson Gonçalves, da Força Nacional, pelos crimes de abuso de autoridade e falsa comunicação de crime, devido a uma abordagem violenta que teria sido feita ao policial civil Cláudio Hermes, em outubro de 2012.

O delegado Leonardo Assunção explicou que cabe agora ao Ministério Público Estadual (MPE/AL) analisar o inquérito para decidir se oferta a denúncia ou não. “Terminamos o inquérito nesta semana e concluímos pelo indiciamento. Durante as investigações, verificamos que a abordagem foi abusiva, pois, o policial se identificou e entregou a arma”, afirmou o delegado.

“O acusado se defendeu dizendo que o policial civil tinha faltado com respeito e desacatado sua equipe. Mas não foi isso que constatamos no decorrer da investigação”, emendou Assunção.

A assessoria de comunicação do Ministério da Justiça declarou, por meio de nota enviada à Gazetaweb, que a “Força Nacional de Segurança Pública se reserva ao direito de manifestação apenas ao final da ação judicial”.

Entenda o caso

Cláudio Hermes estava em um “churrasquinho” no bairro do Jacintinho, em Maceió, quando, no dia 20 de outubro de 2012, uma equipe comandada pelo sargento Gonçalves decidiu abordar o policial. Segundo testemunhas, Hermes se recusou a colocar as mãos na cabeça e foi acusado de desobediência.

Por conta disso, ele foi algemado e levado à Central de Polícia de Maceió, situada no bairro do Prado. Na época, o caso ganhou grande repercussão, depois que o Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol/AL) fez uma série de manifestações contra supostas abordagens truculentas realizadas por agentes da Força Nacional em Alagoas.

David Lucena – Gazetaweb

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2020 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS