Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Policiais civis estão sem local para a formação e o treinamento

Por Imprensa (quinta-feira, 30/01/2014)
Atualizado em 30 de janeiro de 2014

O Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol) constatou o descaso com o treinamento e a formação da categoria. Sem a manutenção apropriada, o muro de contenção do estande de tiros da Polícia Civil caiu. Por sorte, não houve feridos.

Mas o espaço físico, localizado no Pontal da Barra, está praticamente abandonado e apresenta risco à população. Há rachaduras, infiltrações, instalações elétricas irregulares, representando um perigo iminente para quem vai ao local.

O estande de tiros já funcionava precariamente. Com o desabamento do muro, a situação ficou pior. Na última assembleia geral dos policiais civis, a categoria demonstrou revolta para o descaso com a Academia de Polícia Civil (Apocal), que atualmente não possui um local para funcionar.

A Apocal, que funcionou em um prédio, no Pontal da Barra, por vários anos, está com o telhado destruído. O local virou um depósito precário de materiais da Polícia Civil. As instalações do prédio também colocam em risco a vida do policial civil e de todos que frequentam o espaço.

Para o presidente do Sindpol, Josimar Melo, o descaso com a formação e o treinamento é um dos exemplos da desestruturação e fragilidade da Polícia Civil. “Se o Estado não investe na formação, como os policiais civis vão combater a criminalidade e estudar as estratégias de reversão do alto índice de violência. Precisamos ter nossa Academia de volta, precisamos desse espaço de formação, de treinamentos e de troca de experiências. Precisamos da valorização do policial civil”, destacou.

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2021 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS