Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Policiais civis forçam negociação com o governo

Por Imprensa (quinta-feira, 19/07/2012)
Atualizado em 19 de julho de 2012

O ato público de “Vigília”, ocorrida na tarde da terça-feira (17) forçou a realização da reunião com o secretário de Gestão Pública, Alexandre Lajes.

A participação dos policiais cumpriu  o objetivo de garantir a negociação sobre o reposicionamento da carreira dos policiais civis no Plano de Cargos, Carreira e Subsídios (PCCS).

Na reunião, o secretário de Gestão Pública, Alexandre Lajes, manteve a proposta de reposicionamento do Plano de Cargos, Carreira e Subsídios por tempo de serviço.

O Sindpol apresentou um contraproposta de reposicionamento por tempo de serviço desde que fosse reduzido o interstício de tempo de 5 para 3 anos.  O secretario se comprometeu a apresentar a proposta ao governador, na próxima segunda-feira,  e de fazer o impacto financeiro. Ficou agendada uma nova reunião da Comissão com o Sindpol  na próxima terça-feira.

Durante o encontro, o secretário  Alexandre Lajes fez um exercício de proposta, considerando o aumenta o inicial ( letra A) para R$ 2.600,00, mas reduzindo o percentual de 15% para 10% da passagem de um nível para outro.  O Sindpol recusou, destacando que a categoria não abriria mão dos 15%  da passagem de uma letra para outra.

Enquanto ocorria a negociação, mais de cem policiais participavam da vigília em frente ao prédio da Segesp. Após a reunião, o presidente do Sindpol, Josimar Melo, relatou para os policiais presentes todo o teor da reunião.

Além do presidente do Sindpol, Josimar Melo, também participaram da negociação o Delegado Sindical Carlos Jorge e o 2º vice-presidente, Carlos José.

 

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2021 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS