Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Processada pelo Estado, Elógica volta a rodar folha dos servidores

Por Imprensa (quinta-feira, 14/07/2011)
Atualizado em 14 de julho de 2011

Segundo o secretário de Gestão Pública, Alexandre Lages, isto voltou a acontecer agora em junho, com duração prevista para “três ou quatro meses” – foi o que ele afirmou.


A explicação do secretário é de que está havendo um ajuste no sistema Integra, que vem sendo utilizado pela Segesp.


O problema é que a Elógica foi afastada do trabalho na Gestão Pública de forma explosiva pelo ex-secretário da pasta, Adriano Soares, hoje na Educação.


Ele apontou várias irregularidades, principalmente com um suposto vazamento de senhas, que teria resultado em prejuízos de mais de R$ 22 milhões aos cofres do Estado.


Soares denunciou a empresa à Justiça, em 2008.O juiz da Vara da Fazenda Estadual, Manoel Cavalcante, determinou, então, que a Segesp poderia usar o sistema desenvolvido pela Elógica para o Estado – sem a presença da empresa, entretanto.


Isso vinha sendo feito até agora, concomitantemente, segundo o secretário Alexandre Lages, com o sistema Integra.


Em junho, entretanto, a folha dos servidores estaduais voltou a ser feita na própria Elógica, disse Lages.


Depois do prazo estimado por ele – de três a quatro meses – o trabalho passa a ser feito Itec e com o sistema Integra.


Cá para nós, essa história ainda pode resultar em muito barulho, se não houver a intervenção direta do Palácio República dos Palmares.


Blog do Ricardo Mota

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2021 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS