Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

PSDB quer censurar campanha da CUT

Por Imprensa (segunda-feira, 26/04/2010)
Atualizado em 26 de abril de 2010

Partido do governador ficou incomodado com vídeo de denúncia lançado na última quinta-feira

 


Com medo de ter a verdade escancarada para a sociedade, o partido do governador entrou, na última sexta-feira (23), com uma representação na justiça para tirar do ar a peça publicitária de denúncia produzida pela Central Única dos trabalhadores de Alagoas.


Desde o último dia 03 de março, a CUT Alagoas e os sindicatos de servidores públicos estaduais lançaram a campanha “Em defesa dos Servidores e dos Serviços Públicos”. É a união da classe trabalhadora para salvar o estado do caos que se instalou em todos os setores que dependem do Governo Estadual. Educação, Saúde e Segurança Pública têm sofrido com a falta de investimentos e o descaso do governador.


A campanha já havia realizado alguns atos públicos na cidade, denunciando com dados de pesquisas nacionais que a propaganda do governo não diz a verdade, e que Alagoas vive em um caos. Caminhadas no centro da cidade, e até a ocupação da Secretaria da fazenda tem mantido o assunto na mídia nesses últimos dois meses.


 Na última quinta-feira a campanha se expandiu. Colocou no ar na principal emissora do estado a primeira de um conjunto de peças publicitárias mostrando, através de manchetes de jornais locais, que a propaganda do governo é mentirosa. Ele cria uma realidade fantasiosa que quem mora em Alagoas não consegue ver nas ruas.


O vídeo teve ótima repercussão, virou manchete nos principais jornais da cidade e incomodou o PSDB. No dia seguinte, entraram com uma liminar pedindo a suspensão do vídeo. Apesar de afirmar que defende a democracia, o partido achou melhor tirar do ar um vídeo só porque ele não concordava com o seu conteúdo.  “É lamentável quando, em uma sociedade democrática, o Governo do Estado toma atitudes que nos fazem lembrar os tempos da ditadura, onde a censura imperava. A verdade está nas ruas, o povo alagoano está sofrendo as conseqüências desse autoritarismo e nós não vamos nos conformar com essa triste realidade. Querer enganar a população com propaganda enganosa não foi suficiente, ele agora quer impedir a liberdade de expressão que nos é de direito. Pois vai ter que ouvir a voz do trabalhador massacrado, da população desesperada, a Central Única dos Trabalhadores vai continuar lutando incansavelmente por uma sociedade justa e igualitária.”, Disse o presidente da CUT Alagoas, Izac Jacson.


Fonte: CUT

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Últimas Notícias

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2021 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS