Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Quadrilha enfrenta polícia e causa pânico no Litoral Norte de AL

Por Imprensa (quarta-feira, 7/04/2010)
Atualizado em 7 de abril de 2010

Bandidos atiraram contra delegacia e viaturas policiais e arrancaram um caixa eletrônico em Passo de Camaragibe

A ousadia dos bandidos deixa perplexa até mesmo a polícia. Dois assaltos típicos de cenas cinematográficas foram registrados na madrugada desta quarta-feira (07) em dois municípios do litoral Norte de Alagoas. O primeiro caso ocorreu na pacata cidade de Passo de Camaragibe – a 75 quilômetros de Maceió – onde, segundo relatos da população, cerca de 10 homens fortemente armados atiraram contra viaturas policiais e arrancaram um caixa eletrônico do banco Bradesco que fica na cidade.

Segundo informações colhidas com testemunhas pelo delegado Belmiro Cavalcante, os bandidos estavam em um veículo Hilux, de placa não anotada, abordaram um caminhoneiro na região, obrigando-o a colocar o caminhão atravessado na rua da delegacia. Em seguida, eles atiraram no motor de uma viatura policial e contra as paredes da delegacia, de forma a intimidar e impedir com que os policiais saíssem em perseguição. Como se não bastasse, eles metralharam também a sede do Grupamento da Polícia Militar (GPM), que fica a menos de 100 metros da delegacia.

Logo depois, os criminosos arrombaram o posto de atendimento do banco Bradesco e arrancaram o caixa eletrônico inteiro. De acordo com o delegado, a arma utilizada pela quadrilha é uma M-16, de uso da polícia americana. Ele informou que não é um armamento usual, mas que a polícia civil alagoana também tem.

O M16 faz parte de uma família de fuzis de assalto derivados do AR-15. Ele é o principal fuzil de infantaria das forças armadas dos Estados Unidos. Dependendo do modelo, ele tem capacidade de deflagrar de 800 a 900 disparos por minuto.

Arrastão em pousada

A polícia investiga se, na fuga, a mesma quadrilha teria cometido um arrastão na cidade de Porto de Pedras – distante 189 quilômetros de Maceió. Homens armados invadiram uma pousada no município, assustando hóspedes e funcionários. Eles roubaram celulares, notebooks, dinheiro e outros pertences das pessoas.

Os criminosos fugiram com um veículo Polo, de cor prata, que estava no estacionamento e que é de propriedade de um português, dono da pousada.

Ninguém foi preso.


 


Gazetaweb – Daniel Dabasi e Adelaide Nogueira

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2020 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS