Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Repúdio ao aumento de 5,91% marca Dia do Trabalhador

Por Imprensa (quinta-feira, 5/05/2011)
Atualizado em 5 de maio de 2011

Centenas de servidores, trabalhadores rurais sem-terra, entidades sindicais e movimentos sociais realizaram grande passeata no Dia do Trabalhador, dia 1° de Maio, na orla marítima, para protestar contra a política salarial do Governo de Alagoas.


 


A concentração ocorreu no Posto Sete, na Praia de Jatiúca, onde servidores, policiais civis e trabalhadores rurais caminharam até a Praia de Ponta Verde.


 


Durante o percurso, os manifestantes fizeram uma parada em frente ao prédio do governador Teotônio Vilela para protestar. Um bolo no valor R$ 5,91 – que simbolizou o percentual de aumento concedido ao funcionalismo público- foi dividido entre os participantes. Um pedaço do bolo foi levado à portaria do prédio para ser entregue ao governador, mas ninguém quis receber.


 


De acordo com o vice-presidente do Sindpol, Josimar Melo, a manifestação simbolizou a defesa dos servidores e dos serviços públicos em Alagoas.


 


Na manifestação, servidores seguravam faixas e banners que traziam frases de efeito contra o governo do Estado: `Teosunami – no rumo errado. Destruindo tudo!”, e `o governo organizou, planejou e acabou com a Saúde, Educação e a Segurança Pública’.


 


Em comemoração à data, a Central Única dos Trabalhadores realizou a Corrida do Trabalhador e apresentações culturais no local.

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2021 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS