Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Sindicalistas cobram IPCA mais ganho real ao governador

Por Imprensa (terça-feira, 2/06/2015)
Atualizado em 2 de junho de 2015

O Movimento Unificado dos Servidores Públicos se reuniu com o governador Renan Filho por mais de quatro horas, no Palácio República dos Palmares, na segunda-feira (01), para tratar da pauta de reivindicações das categorias do serviço público.

A presidente da CUT, Amélia Fernandes, apresentou a pauta de reivindicações das categorias e cobrou o pagamento do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – IPCA mais ganho real com percentual de 15%.

No encontro, o presidente do Sindpol, Josimar Melo, também cobrou o enquadramento dos policiais civis aposentados, o pagamento dos atrasados do Plano de Cargos, Carreiras e Subsídios (PCCS), além da continuação das negociações da pauta geral da categoria, que trata do fim da cota mensal de 40 progressões do PCCS em junho, do piso salarial de 60% da remuneração do delegado de Polícia de Alagoas e do adicional de risco de vida em outubro, tratamento isonômico do PCCS, entre outros pontos.

O governador Renan Filho disse que irá se pronunciar sobre o IPCA até o dia 10 de junho. Ele também solicitou que os policiais civis retornassem ao trabalho para dar continuidade às negociações. Josimar Melo informou que a categoria não retornará da greve sem avanço quanto ao cumprimento da Lei Estadual Nº 7.602/2014, que criou o PCCS.

Deliberação dos sindicalistas

A CUT realizará uma Plenária Estadual, no dia 8 de junho, para definir as atividades de mobilização do Movimento Unificado dos Servidores Públicos. Entre as ações que serão programadas, a realização de um grande ato público, em frente ao Palácio do Governo, no dia 10 de junho.

Veja abaixo as principais reivindicações

1. Reajuste – Aplicações da política salarial urgente – O índice de inflação do ano anterior mais o ganho real de acordo com a receita líquida do Estado no percentual de 15%;

2. Reestruturação imediata da previdência pública estadual, garantindo o direito dos trabalhadores/as, e a retomada da comissão estadual de previdência com representação dos trabalhadores/as da CUT.

3. Realização de concursos públicos e convocação da reserva técnica das áreas: educação e segurança;

4. Arquivamento em definitivo de projeto governamental de OS’s, OCIP’s e PPP’s;

5. Retirada imediata da Assembleia Legislativa do projeto de lei que privatiza a CASAL;

6 – Revogação dos decretos governamentais n° 23.115, n° 23.116 e nº 23.117, todos em 23 de outubro de 2012, que isentam de pagamento de ICMS pelo setor sucroalcooleiro (usineiros).

7 – Paridade na Lei Complementar 28 de 10 de setembro de 2010, que dispõe sobre a aposentadoria especial dos servidores integrantes das Carreiras da Polícia Civil de Alagoas.

11252402_647434648689527_9057626489856416545_n 11391481_647434745356184_7185803286190348503_n 11206127_647434742022851_8577515551867533803_n 18002_647434882022837_4659745283399720013_n 10537438_647434868689505_4595968558451088351_n 11114010_647435085356150_3990292514575396309_n 11351235_647435095356149_7512160429805233845_n 10422134_647435272022798_8033330239200236693_n 1560673_647435278689464_4471964065073065092_n 11235382_647435282022797_4318116597398268374_n 11225455_647435305356128_6750040925621925388_n 1525617_647435308689461_1550743592168386955_n

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2020 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS