Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Sindpol cobra o cumprimento de interdição da regional de Matriz de Camaragibe

Por Imprensa (sexta-feira, 18/01/2013)
Atualizado em 18 de janeiro de 2013

O Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol) cobrou o cumprimento da interdição da regional de Matriz de Camaragibe e a transferência urgente dos presos para o sistema prisional devido às precárias condições físicas e estruturais da delegacia.

A entidade sindical encaminhou ofício ao Juiz da Comarca de Matriz de Camaragibe Yulli Roter Maia e ao Promotor de Justiça da cidade Adriano Jorge de Barros Lima, ressaltando as condições insalubres e desumanas que se encontram policiais civis e detentos na delegacia da cidade.

No documento, o Sindpol informa que a “Delegacia Regional não tem condições de trabalho para os profissionais de segurança pública, como também não há condições de manutenção dos presos no local”.

Em uma visita à regional, o sindicato encontrou fossa quebrada com vazamento de dejetos, rede sanitária comprometida com pias sem encanação, pisos do banheiro quebrado, cisterna sem isolamento, alimentos mal armazenados por falta de mobílias e de local adequado, o condicionar de ar quebrado, além disso o local da regional é inadequado, onde aos fundos da delegacia funciona um depósito de gás e um matadouro abandonado.

“A delegacia regional não oferece condições de atender a população e é um flagrante desrespeito aos direitos humanos, onde policiais civis e presos convivem em local insalubre e desumano, abandonado pelo Governo do Estado”, alerta o Sindpol.

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2021 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS