Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Sindpol cobra providência ao abuso de autoridade da Força Nacional contra policial civil

Por Imprensa (segunda-feira, 22/10/2012)
Atualizado em 22 de outubro de 2012

O Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol) cobrou do Delegado Geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueiro, providência ao abuso de autoridade da Força Nacional contra um policial civil, na manhã da segunda-feira (22).

Temendo represália, o policial civil não quis divulgar seu nome. Ele foi algemado de forma arbitrária por policiais da Força Nacional, na noite do último sábado (20), quando estava em um churrasquinho no bairro do Barro Duro. Na ocasião, o policial se apresentou, entregando a Carteira Funcional, o registro de arma e seus documentos. Ao questionar o procedimento, os integrantes da FN prenderam-no, algemando-o até a Central de Polícia. Na viatura, eles pressionaram suas mãos por cerca de 10 minutos, provocando hematomas nos pulsos do policial civil.

Os policiais da FN usaram palavras de baixo calão contra o policial, abusando da autoridade. Eles não se identificaram e ainda proibiram o policial de se comunicar.

Na Delegacia Geral, o policial civil denunciou que sofreu tortura psicológica e física. Todo o ocorrido foi relatado ao Delegado Geral que instaurou procedimento, através do delegado Carlos Aberto Reis, o qual será encaminhado à Polícia Federal. O delegado Geral informou que a Força Nacional está a serviço da União, e os procedimentos deverão ser apurados pela Polícia Federal.

O vice-presidente do Sindpol, Edeilto Gomes, que acompanhou o policial civil, destacou que a Força Nacional está em Alagoas para ajudar as polícias a reestabelecer a tranquilidade e a ordem, e  não para tratar policiais como bandidos.

O Sindpol informa que os abusos de autoridades da Força Nacional, sofridos pela população, deverão ser encaminhados à Polícia Federal para providência.

 

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2021 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS