Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Sindpol convida Delegado Geral para explicar proposta salarial na assembleia geral

Por Imprensa (terça-feira, 1/02/2011)
Atualizado em 1 de fevereiro de 2011


A diretoria do Sindpol se reuniu com o Delegado Geral da Polícia Civil, Marcílio Barenco, na tarde da segunda-feira (31), para tratar de melhoria salarial dos policiais.


 


No encontro, o Delegado Geral informou que encaminhou ao governador do Estado, no dia 21 de dezembro, uma proposta salarial para os policiais civis, a qual se encontra na Assessoria Técnica da Secretaria de Gestão Pública. A diretoria do Sindpol também convidou o Delegado Geral para participar da assembleia geral e explicar a proposta salarial e os seus trâmites.


 


O presidente do Sindpol, Carlos Jorge da Rocha, solicitou um prazo para que a proposta seja concretizada. Barenco disse que não tinha poder de decisão, mas que tem poder de diálogo, e que o anteprojeto é razoável e possível. Ele solicitou uma trégua em relação à realização de protestos.


 


O diretor da Cobrapol José Carlos Fernandes Neto informou que há um incremento de R$ 20 milhões no Orçamento do Estado para a Polícia Civil, o que pode abrir a possibilidade de reajuste salarial para a categoria. O delegado mostrou desconhecimento sobre o assunto, mas disse que o aumento do orçamento deverá ser para concurso público.


 


O Delegado Geral também informou que o governador já está ciente da proposta. Ao ser questionado sobre a implantação da proposta, ele respondeu que dependerá do trâmite da negociação junto às secretarias de Gestão Pública, do Gabinete Civil e da Secretaria da Fazenda.


 


O presidente do Sindpol também solicitou ao Delegado Geral que, além da questão salarial, fosse colocado para o governo o pagamento da URV, que já foi executada pela Justiça.


 


Na reunião, o Sindpol informou sobre a permanência de pessoas, que não são do quadro da Polícia Civil, conhecidas por “chumbetas”, nas delegacias do interior. O Delegado Geral disse que irá acionar a Corregedoria de Polícia para verificar e fiscalizar a presença de chumbetas.


 


O vice-presidente do Sindpol, Josimar Melo, comunicou o Delegado Geral sobre a campanha da Operação Padrão, destacando que o objetivo é valorizar o policial, o trabalho de acordo com a legislação, e os procedimentos são básicos. O 2º vice-presidente, Edeilto Gomes, acrescentou que a categoria irá buscar condição de trabalho com a operação.

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2020 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS