Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Sindpol dá boas-vindas aos futuros policiais civis

Por Imprensa (terça-feira, 5/11/2013)
Atualizado em 5 de novembro de 2013

A diretoria do Sindpol deu boas-vindas aos futuros policiais civis na aula inaugural da Academia de Polícia, que ocorreu na tarde da segunda-feira (04), no Centro Cultural Ruth Cardoso.

Estavam presentes mais de 400 candidatos divididos em seis turmas de agentes de polícia, duas de delegados e duas de escrivães de polícia. Na ocasião, os diretores do Sindpol Bartolomeu Rodrigues, Stélio Pimentel Jr e José Ederaldo entregaram as publicações do sindicato, como a cartilha “Assédio Moral Dentro da Polícia Civil é Crime”, o livro “A Participação do Sindpol na Queda do Governo Suruagy: 15 anos de Rebelião Popular de 17 de Julho”, do historiador Luís Gomes, e o folheto “Lei Amélia Dantas – PCCS: Tire Suas Dúvidas”.

Em sua fala, o presidente do Sindpol, Josimar Melo, destacou a luta do Sindpol pelas melhorias das condições de trabalho e pela aprovação do Plano de Cargos, Carreiras e Subsídios (PCCS). Dirigindo-se ao secretário de Defesa Social, Dário César, o sindicalista afirmou que o Governo do Estado concedesse o Plano para que o mesmo fosse um presente aos futuros policiais civis, sendo uma forma de mantê-los na Polícia Civil, já que o anteprojeto de lei valoriza a experiência policial e o conhecimento.

Destacou também que a realização do concurso público é uma das pautas de reivindicações do sindicato junto ao Governo. Josimar Melo deu boas-vindas aos novos policiais, colocando a entidade sindical à disposição para tirar dúvidas da categoria.

A abertura do evento contou também com a presença do Delegado Geral, Paulo Cerqueira, que mencionou a importância da experiência, da identificação do local do crime e adiantou que irá criar mais dois departamentos policiais com a inclusão do departamento para combater o narcotráfico.

Continuando a aula inaugural, o diretor da Apocal, delegado Flavio Saraiva, afirmou que os novos policiais civis irão renovar 21% do corpo funcional da Polícia Civil de Alagoas. O delegado ressaltou a importância do policial civil na sociedade, destacando que o profissional é um missionário, que executa uma missão, salientando também a importância do amor à instituição policial e a produção de resultados, como exigências da continuidade na Polícia Civil.

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2021 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS