Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Sindpol é campeão da Copa de Futebol Ednelson Feitosa

Por Imprensa (quarta-feira, 17/12/2014)
Atualizado em 17 de dezembro de 2014

10513301_583607441738915_6848252214761051316_nA equipe do Sindpol venceu por 2 a 0 a equipe da DRN, consagrando-se campeã da Copa de Futebol Ednelson Feitosa. A final ocorreu no último sábado (13), no Clube Social Sindpol, em Marechal Deodoro.

O diretor de Esporte, José Ederaldo, realizou uma grande abertura que contou com tenor Carlos Meireles, cantando o Hino Nacional. Todo o evento foi transmitido ao vivo pela Rádio Palmares, filiada da Band. Também contou com a cobertura da TVCom da CUT.

Na cerimônia da final, houve a entrada dos policiais civis jogadores com os banners do policial civil homenageado Ednelson Feitosa, do Dael Rebelo e do Alexsandro Guimarães, além das bandeiras do Brasil, de Alagoas e do Sindpol.  Também ocorreu a entrada da direção do Sindpol, da equipe técnica e dos familiares dos homenageados.

No evento, o Sindpol fez homenagem aos familiares do jornalista e policial civil Ednelson Feitosa, entregando a esposa do policial o banner, que foi usado em todos os jogos da Copa. O irmão dele, o delegado Cícero Feitosa, parabenizou a homenagem, destacando que a iniciativa agradou a família e os policiais civis.

O Sindpol também entregou o banner do policial civil Dael Rebelo ao capitão da equipe da DRN Fagner Calheiros para que ele possa entregar a família do policial que foi vítima fatal de operação policial.

O diretor de Esporte também homenageou toda a equipe técnica que trabalhou nos jogos da Copa, como árbitros, gandulas, massagista, socorrista e outros.

Segundos finais finalizam vitória

O último jogo foi acompanhado pelo meio-campista do CRB Jonathan, que fez comentários ao vivo pela rádio. A narração foi por conta do Wellington Martins e cobertura do radialista Cacá Martins.

Os dois gols marcados foram realizados nos segundos finais do primeiro e segundo tempo. O último gol deixou os jogadores e a plateia impressionados. Quando toda a equipe da DRN estava na área da equipe do Sindpol, incluindo o goleiro, o jogador do Sindpol finalizou a vitória no último segundo.

Importância da luta

O presidente do Sindpol, Josimar Melo, agradeceu a participação da categoria em mais um evento do sindicato. Ele destacou que surpreende os elogios e a organização, mas, destacou que esse mesmo elogio ao Sindpol também é manifestado por outros servidores públicos, sendo militar e/ou civil.

O presidente do Sindpol convidou a categoria para comemorar a grande vitória, que é o Plano de Cargos, Carreiras e Subsídios (PCCS), além da verba de alimentação, a aposentadoria especial para todos os policiais civis e de 25 anos para as mulheres, conquistas deste ano. “Fiquei muito feliz com a efetivação do PCCS através dos 27 primeiros policiais civis. Agradeço a categoria que confia nesse grupo. O importante não é vencer, mas a união, a unidade policial que a categoria confiou mais uma vez nesse grupo que está à frente do Sindpol”, comemorou, acrescentando que “é necessário o pessoal recém-nomeado chegar junto, se unir e fazer parte da unidade policial”.

A Copa

O diretor de Esporte do Sindpol, José Ederaldo, agradeceu a participação dos policiais civis, o envolvimento das equipes com a Copa, a integração dos policiais civis. A realização que contou com várias novidades, este ano, é uma das formas de combater o estresse e promover a saúde e a integração da categoria.

O artilheiro da Copa, o policial civil João Neto, ressaltou a importância do campeonato para garantir a integração e a irmandade dos policiais civis. “Dedico o gol à minha família. A família é a base da sociedade, e o objetivo dessa Copa é unir a família e os nossos companheiros de equipe”.

O policial civil João Neto é artilheiro da Copa pela terceira vez consecutiva. Ele também recebeu homenagens nas categorias de Melhor jogador da Copa, Melhor jogador da Final e Atleta que mais marcou gols em um único jogo.

O vice-diretor de Esporte do Sindpol, Braulio Miguel Junior, também reforçou a necessidade de a categoria participar da mobilização. “Venham juntos unir forças para as nossas lutas. O PCCS é uma grande vitória”, afirmou.

Para José Carlos Minin, muito maior do que a realização da Copa, é o momento que os policiais civis se unem e se imanizam. “É a presença de todos. Esse Clube foi adquirido com a contribuição da categoria. A Copa também celebra nossa união e nossas conquistas”.

O capitão da equipe da DRN, policial Fagner Calheiros, disse que está satisfeito com o resultado. “Fomos para a final. Jogamos contra uma equipe organizada. O jogo foi difícil, mas temos uma equipe focada, que trabalha de forma satisfatória. Não conquistamos o maior troféu, mas iremos levar esse, de vice, para o nosso companheiro Alexsandro Guimarães, que não pôde participar da Copa, por ter sido uma das vítimas do acidente no trabalho, mas está se recuperando em casa.

 

Premiação

Veja abaixo a premiação da Copa Edenlson Feitosa

Artilheiro: João Neto com 14 gols – Sindpol

Melhor Goleiro: José Almirante (Manga) – Delegacia de Marechal

Atleta revelação: Gabriel Yuri – DRN

Atleta mais idoso: Ferreira dos Santos – Delegacia de Marechal

Marcou primeiro gol da Copa: Hugo Rafael – Delegacia de Arapiraca

Gol mais bonito: Gabriel Yuri – DRN

Melhor jogador da Copa: João Neto – Sindpol

Melhor jogador da Final: João Neto – Sindpol

Atleta que mais marcou gols em um único jogo: João Neto com 5 gols

Veja a retrospectiva da Copa

classif geral equipes finais retros artilheios retros atletas retros cartoes retros individual tabelas jogos

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2021 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS