Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Sindpol entrega Moção de Repúdio em evento comemorativo da Polícia Civil

Por Imprensa (terça-feira, 22/06/2010)
Atualizado em 22 de junho de 2010

A diretoria do Sindpol entregou a Moção de Repúdio aos participantes do evento comemorativo aos 35 anos da Polícia Civil com homenagem através da Medalha do Mérito Policial, ocorrido na manhã desta terça-feira (22), no Maceió Mar Hotel na Ponta Verde.


 


Na Moção, o sindicato repudia o Delegado Geral de Polícia por abrir processo administrativo contra diretores do Sindpol e policiais, que participaram do ato público em frente à Central de Polícia pela aprovação da Emenda Constitucional que cria o piso nacional das polícias. Para o Sindpol, o Delegado Geral atuou de forma ditatorial e antidemocrática, atacando o direito à livre manifestação e à reivindicação da categoria.


 


O diretor Financeiro do Sindpol, Antonio Zacarias, também afirmou que nesses 35 anos da Polícia Civil os policiais civis não têm o que comemorar. “Os salários estão defasados, as delegacias sucateadas e superlotadas. Não temos nada a comemorar”, disse, ressaltando que a instituição policial de Alagoas se resume em uma coisa: “beneficiar delegado e tratar como escravo os policiais civis. A prova disso é o ato do Delegado Geral que tenta impedir os policiais civis de reivindicar o piso nacional com abertura de sindicância”.


 


Os policiais civis, que estavam no evento, também aprovaram a manifestação do Sindpol. O policial  Fleikson Barbosa disse que o direito de greve é constitucional, conquistado com a luta da classe trabalhadora. “A manifestação foi pacífica. Estamos na democracia. E a categoria tem o direito de se manifestar”.


 


Da mesma forma defendeu o policial Nielson Reis. “A greve é um direito e não se pode impedir esse direito. O sindicato está correto”.


 

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Últimas Notícias

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2021 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS