Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Sindpol faz intervenção no II Encontro Nacional de Operadores do Direito em Fortaleza

Por Imprensa (sexta-feira, 28/06/2013)
Atualizado em 28 de junho de 2013

O Sindpol participou, na última segunda-feira (24), do II Encontro Nacional de Operadores do Direito para tratar da desativação das carceragens nas delegacias de polícia, promovido pelo Ministério Público em Fortaleza.

Os diretores Bartolomeu Rodrigues, Carlos Bispo e Carlos Jorge da Rocha representaram o Sindpol no encontro. Carlos Jorge relatou a  luta do sindicato pela retirada dos presos da capital e no interior, informando que em Maceió não existe mais carceragem nas delegacias. E no interior, há um compromisso do Delegado Geral de retirar as celas das delegacias do interior.

Em sua fala, o sindicalista apoio o arquivamento da PEC 37, que retirava o poder de investigação do Ministério Público. “Quando mais gente estiver investigando, melhor será para a sociedade”, destacou, acrescentado que também gostaria de ver o Ministério Público investigando os crimes contra a pessoa, “não somente contra o crime contra o patrimônio e de desvio de dinheiro público”.

O dirigente também fez crítica a omissão do Ministério Público com desvio da função da policial civil que acaba deixando de ser investigador para ser carcereiro nas delegacias. “Quando há fuga de presos, que é um problema que não é da Polícia Civil, o que faz o Ministério Público: omite-se”, revelou.

O presidente da Cobrapol, Jânio Gandra, também participou do encontro.

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2021 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS