Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Sindpol participa de caminhada em defesa dos direitos

Por Imprensa (sexta-feira, 13/03/2015)
Atualizado em 13 de março de 2015

atodireitos

Sindpol participa de caminhada em defesa dos direitos

O Sindpol participou da caminhada que reuniu mais de 3 mil pessoas em defesa dos direitos da classe trabalhadora, da Petrobrás e pela Reforma Política. A manifestação foi organizada pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) e movimentos sociais, estudantis e populares.

A manifestação se iniciou, na manhã desta sexta-feira (13), na Praça Sinimbu, com paradas em frente ao Palácio do Governo e ao Tribunal de Justiça, finalizando em frente à Assembleia Legislativa com o hino nacional cantado pelos manifestantes

O presidente do Sindpol, Josimar Melo, destacou que é o primeiro movimento nacional dos trabalhadores do campo, da cidade e estudantil em defesa dos direitos, pela revogação das Medidas Provisórias 664 e 665, contra a privatização da Casal, em defesa da Petrobrás e pela reforma política através da Constituinte. No protesto, o sindicalista levou a faixa reivindicando a aprovação da PEC 300/2008, que cria o piso nacional das polícias Civil e Militar.

A presidente da CUT/AL, Amélia Fernandes, também ressaltou a luta contra a privatização da Caixa. A dirigente cobrou a revogação das Medidas Provisórias 664 e 665, que reduzem direitos trabalhistas e previdenciários, prejudicando, principalmente, as pensionistas e os jovens trabalhadores.

 

Ato públicos dos profissionais de segurança pública

Na manifestação, os dirigentes do Sindpol entregaram a convocação aos profissionais de segurança pública para o ato público, no dia 18 de março, com concentração em frente ao Palácio do Governo, às 14 horas, que objetiva entregar ao governador Renan Filho a pauta de reivindicações.

Entidades, que formam o Fórum Estadual de Segurança Pública, como o Sindpol, convocam os policiais federais, civis, militares, do Corpo de Bombeiros, guardas municipais, agentes penitenciários e policiais rodoviários federais para a manifestações.  As categorias também farão caminhada até a Assembleia Legislativa e o Tribunal de Justiça.

A mobilização é nacional e faz parte do Dia Nacional de Lutas, denominado de Alerta 2, que a Cobrapol está à frente junto às entidades dos policiais federais, rodoviários federais e militares.

atodireitos4 atodireitos3 atodireitos2 atodireitos

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2021 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS