Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Sindpol participa do Curso Continuado de Formação para Dirigentes Sindicais

Por Imprensa (sexta-feira, 5/09/2014)
Atualizado em 5 de setembro de 2014

10647483_737151976365570_1497092470_oO vice-presidente do Sindpol, Edeilto Gomes, está participando da realização dos módulos do Curso de Formação de Formadores Continuado, organizado pela Escola da CUT Nordeste, no Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente no Estado da Bahia (Sindae).

O primeiro módulo ocorreu no período de 22 a 24 de agosto, em Salvador. Mais de 30 pessoas participaram do curso que debateu o Plebiscito Popular (Reforma Política), Política Nacional de Participação Social e questões teórico-metodológicas da Política Nacional de Formação da CUT.

De acordo com Edeilto Gomes, o curso objetiva qualificar os dirigentes sindicais, buscando formar “novas lideranças através dos conhecimentos de história sindical e de luta dos trabalhadores, despertando, principalmente, a ideologia de luta de classes e o sindicalismo cidadão”, revelou, destacando que “participar é adquirir novas experiências no campo sindical e levar a nossa história a outros sindicalistas de outros estados”.

“No evento, tive a oportunidade de ver como o setor jurídico atende os trabalhadores celetistas. A exemplo de uma ação trabalhista, em que o Sindae recebeu um percentual de uma causa que favoreceu a entidade sindical construir sua sede no valor de R$ 3 milhões. O prédio possui no segundo andar toda a estrutura do setor jurídico com suporte para atender os sindicalizados e promover palestras”, esclarece.

10557446_4752278582890_7205132358775766014_nO vice-presidente do Sindpol informa que, no curso, foi discutida a importância de participar do plebiscito popular pela Constituinte. “Durante as manifestações do ano passado, a presidente Dilma, no intuito de dar uma resposta ao povo brasileiro, prontificou-se a promover uma mudança política”, explica.

O sindicalista informa que “na história, nunca aconteceu uma Constituinte em uma área específica. Em nova Constituição, surge o perigo de os parlamentares, que estão no poder, promoverem modificações, as quais fugirão do desejo e das necessidades do povo”.

“No Plebiscito Popular, cobramos uma Constituinte exclusiva e soberana em que seja direcionada à modificação política. E soberana para que o próprio povo apresente essas modificações sem interferências”, revela Edeilto Gomes.

O vice-presidente participará do 2º módulo Curso Continuado de Formação para Dirigentes Sindicais, no período de 19 a 21 de setembro, em Aracaju.

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2020 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS