Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Sindpol trata de reivindicações com Comissão de Direitos Humanos da OAB

Por Imprensa (quarta-feira, 6/11/2013)
Atualizado em 6 de novembro de 2013

A Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seccional de Alagoas, está se reunindo com os sindicatos e associações dos policiais Civil e Militar e agentes penitenciários para a confecção de um documento com as pautas de reivindicações das categorias da segurança pública.

O diretor de Planejamento do Sindpol, Stélio Pimentel Jr, foi recebido pelo presidente da Comissão, advogado Daniel Nunes Pereira. O sindicalista explicou cinco itens da pauta de reivindicações dos policiais civis para o documento que será entregue ao Governo do Estado, o qual tratará de políticas públicas para as categorias.

“Propusemos cinco itens da pauta de reivindicações. A primeira é a valorização policial que passa pelo combate ao risco de morte e pelo reajuste salarial do piso da categoria. A segunda trata da capacitação que é a implantação do Plano, Cargos, Carreiras e Subsídios (PCCS). Já a terceira é a retirada dos presos das delegacias, que é um desvio de função, pois a custódia do preso ser responsabilidade do sistema prisional. A quarta é a integração policial, ou seja, que as delegacias funcionem com os policiais civis e pequenas unidades da Polícia Militar (companhia e pelotão), e os distritos policiais devem funcionar 24 horas. A quinta é a realização de concurso público”, revela o dirigente, acrescentando que, de acordo com as pesquisas realizadas pela Veja e pela Folha de São Paulo, conforme orientação da Organização das Nações Unidas (ONU), para o Estado de Alagoas, que possui uma população de 3 milhões de habitantes, serão necessários de 1500 (Veja, 1999) a 3000 (Folha de São Paulo, 1999) policiais civis. Enquanto que para a Polícia Militar, serão necessários de 6.000 (Veja) a 12.000 (1999) militares.

Ao ouvir o representante do Sindpol, o presidente da Comissão de Direitos Humanos encaminhou um documento para o sindicalista responder. A entrega do documento final com todas as reivindicações dos profissionais de segurança pública ao Governo do Estado está programada para o dia 12 de dezembro.

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2021 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS