Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Sindpol trata de valorização policial com secretária Nacional

Por Imprensa (quinta-feira, 19/07/2012)
Atualizado em 19 de julho de 2012

O presidente do Sindpol, Josimar Melo, e o presidente da Cobrapol, Jânio Grandra, se reuniram com a Secretária Nacional de Segurança, Pública, Regina Miki, Na quarta-feira (18), em Brasília.

No encontro, o presidente do Sindpol fez critica  ao Plano  do Brasil Mais Seguro lançado  em Alagoas. Josimar Melo destacou que o Plano foi formulado sem a participação dos agentes de polícia. Ressaltou que os policiais da Força Nacional  estão motivados  com os salários dos estados de origem e mais diárias pagas pelo governo federal, além das condições dignas de trabalhos (armamentos, equipamentos e treinados), enquanto os policiais civis alagoanos estão desmotivados recebendo salários baixos e sem condições  de trabalho (delegacias fechadas, salários defasados, sem alimentação nos plantões, entre outras). O dirigente também fez crítica ao  Conselho Estadual de Segurança de Alagoas, o qual funciona como tribunal de júri.

Josimar Melo solicitou à secretária que fizesse intervenção junto ao governo estadual no sentido de que o Plano de Cargos, Carreira e Salários da categoria seja aprovado, como uma das medidas para motivar os policiais civis alagoanos.

Melo também defendeu a complementação dos salários dos policiais civis alagoanos no modelo da PEC 446/300, no programa Brasil Mais Seguro.

O dirigente sindical entregou à secretaria Nacional o relatório de julho 2012 das condições das delegacias de Alagoas; o projeto de otimização da segurança pública do Estado e a relação dos pisos salariais dos policiais civis da região Nordeste, mostrando que Alagoas paga o pior salário. Também foram entregues o demonstrativo salarial de um Guarda Municipal da Cidade de Maceió, que percebe quase o dobro do policial civil; copias dos ofícios denunciando ao Ministério Público de Alagoas sobre os alugueis de carros e aeronave; além dos indícios de superfaturamento da reforma das delegacias.

A secretária Regina Miki informou que está descartada a possibilidade de o governo federal fazer a complementação do piso dos policiais civis alagoanos. Ela disse também que não abrirá mão da criação dos grupos especiais (DHPP). Adiantou que muitos policiais civis serão capacitados. Solicitou cópia do PCCS. Ressaltou irá pedir informação sobre o funcionamento do Conselho Estadual de Segurança de Alagoas.

Na reunião, o presidente da Cobrapol, Jânio Gandra, propôs que o Sindpol-Al  convocasse  a categoria para uma reunião com os técnicos da Senasp, com o intuito de que fosse explicado o Plano Brasil Mais Seguro aos policiais civis, bem como fosse possibilitado um momento para que os policiais civis pudessem fazer as  sugestões e críticas.

A reunião entre a Senasp e o Sindpol foi uma solicitação da Cobrapol, a pedido do sindicato.

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2020 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS