Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Socióloga diz que Sindpol impulsionou a realização de conferência livres

Por Imprensa (quarta-feira, 20/10/2010)
Atualizado em 20 de outubro de 2010

O Sindpol realizou o Pré-congresso dos civis de Maceió, no Sindicato dos Bancários, na última sexta-feira, dia 15 de outubro


 


No Pré-Congresso de Maceió, a socióloga Regina Lopes, que atuou no Ministério da Justiça como mobilizadora da Conferência Nacional de Segurança Pública (Conseg) região Nordeste, ministrou a palestra “Modelo de Polícia e Projetos da Secretaria Nacional de Segurança Pública”. Ela destacou que Alagoas foi o estado que mais promoveu o maior número conferências livres (para definir propostas para a Conseg) no Nordeste por conta do número de conferências livres realizadas pelo Sindpol.


A socióloga destacou que a Conseg foi importante para dar visibilidade aos anseios dos policiais. Em sua palestra, ela afirmou que é importante a unidade da categoria. “Não se tem êxito sem unidade. Sem unidade, não somos representados”, disse.


Lopes reconheceu que todo mundo tem uma crítica ao Plano Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci), mas ressaltou que “os modelos são lançados não como algo definido e fechado, mas que podem ser melhorados”.  De acordo com ela, o Pronasci foi inspirado no modelo de segurança pública da Colômbia. “Mas para que a mudança naquele país pudesse acontecer, foi preciso de investimentos altos através da reestruturação da polícia, de oportunidade de emprego para a população. De acordo com ela, para refletir sobre, citou um questionamento: “Como resolver a violência na área de 100 mil pessoas que não há escola pública?”


Regina Lopes reforçou que é importante monitorar e acompanhar as ações e os projetos do Pronasci. “A preocupação do Ministério da Justiça é promover segurança com cidadania. Levar o debate junto à população”. Uma das dificuldades é considerando que milhares de pessoas estão abaixo da linha da pobreza, “que não somos cidadãos plenos”.


Ela destacou a dificuldade para lhe dar com os jovens em ambientes de violência de Maceió em relação aos das grandes capitais. Segundo ela, aqui há carência de gratificações satisfatórias, como exemplo oportunidade para trabalho, para o esporte, para cultura, para o lazer entre outros. Segundo ela, estagnação gera omissão. “Estudos da Unesco revelam que a ociosidade gera violência”.


Lopes também informou que o município de Maceió não teve nenhum projeto aprovado pelo Pronasci porque não utilizou recurso de projetos anteriores


O Pré-Congresso de Maceió foi o último a ser realizado antes do III Congresso Estadual dos Policiais Civis, que ocorrerá nesta quinta-feira, dia 21 e 22, no Matsubara Hotel, na Praia da Cruz das Almas, em Maceió.

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2021 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS