Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Téo Vilela mantém 7% de reajuste

Por Imprensa (quarta-feira, 18/05/2011)
Atualizado em 18 de maio de 2011

O governador Teotonio Vilela Filho, em entrevista coletiva,  disse que aguarda até o dia 30 deste mês para as categorias darem uma resposta sobre o reajuste de 7% . Caso contrário, a proposta retorna para os 5,9%. O anúncio foi feito na manhã desta quarta-feira (18), no Palácio República dos Palmares.


Vilela anunciou ainda que ‘o governo entende ser justo’ os 7% fornecidos. “Não podemos fazer mais do que isso. Para anunciarmos esse novo valor, houve muito esforço e esgotamos todas as possibilidades. Não podemos oferecer mais, porque temos que cumprir com as obrigações de pagar salários em dia, além do décimo terceiro”, diz. “Um valor acima do oferecido compromete nossos pagamentos, e não podemos faltar compromissos com os fornecedores e cair em descrédito total”, disse.


A declaração do governador vem em meio a um impasse de negociações salariais com trabalhadores que atuam, principalmente, na segurança pública. Na tarde da terça (17), as associações militares decidiram, em reunião, que não aceitariam essa proposta de 7%. A reunião também contou com a participação do sindicato de policiais civis e da Central Única de Trabalhadores (CUT).


Os policiais civis, militares, do Corpo de Bombeiros e servidores públicos, que fazem parte do Movimento Unificado dos Servidores Públicos, se reunirão nesta quinta-feira (19), às 15 horas, na Praça Deodoro, Centro de Maceió.


As categorias irão definir sobre o percentual de reajuste concedido pelo governo e sobre o rumo da mobilização.


Com informações da Gazetaweb – Wanessa Oliveira e Janaina Ribeiro

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2021 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS