Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Veículos apreendidos viram problema para as delegacias

Por Imprensa (sexta-feira, 8/02/2013)
Atualizado em 8 de fevereiro de 2013

Regina Carvalho

Veículos apreendidos durante investigação policial e encaminhados a delegacias da capital estão trazendo transtornos para as equipes, que já pensam em acionar a corregedoria de Justiça na tentativa de resolver o problema. Ao longo de anos, os carros foram sendo levados aos distritos e o problema agora parece difícil de ser solucionado sem a intervenção de magistrados.

Quase 50 veículos se amontoam nas imediações da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (DRN), no bairro do Farol. Desse total, 30 são motocicletas. Já na Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos (DRFV), no Pontal da Barra, cerca de 200 automóveis se acumulam pelo pátio, sem nenhum tipo de serventia.

O delegado Jobson Cabral, da DRN, reforça os transtornos que a equipe tem passado por causa dos carros. “Não tem lugar para estacionar. São muitas empresas na região, o que dificulta bastante. É um problema só”, desabafou.

Valdir Silva de Carvalho, titular da DRFV, disse que já procurou a corregedoria de Justiça para tentar agilizar a retirada destes veículos abandonados, que “facilitam” a proliferação dos focos do mosquito transmissor da dengue. “Fica um monte de carros sem nenhum tipo de segurança. Estão emperrados por conta da Justiça. Por isso, já mantive contato com o corregedor para ver o que pode ser feito”, revelou o delegado.

A assessoria de comunicação da Polícia Civil, por sua vez, informou que cada delegado tem autonomia para recorrer ao Judiciário, a fim de solicitar uma solução para o problema.

Gazetaweb

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2020 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS