Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Assassinatos em al crescem mais de 10%, aponta boletim da SSP
Números se referem ao período de janeiro a agosto deste ano; maioria das vítimas tinha entre 18 e 19 anos

Por Imprensa (terça-feira, 6/10/2020)
Atualizado em 6 de outubro de 2020

Por Regina Carvalho  – Gazeta de Alagoas

Comparativo dos boletins mensais da estatística criminal aponta aumento do número de pessoas assassinadas em Alagoas. De janeiro a agosto deste ocorreram 868 homicídios e, no mesmo período do ano passado, foram 783. Um acréscimo de quase 11%. Em relação aos meses de março a agosto deste ano – período de pandemia do novo coronavírus – também houve aumento de mortos de forma violenta em Alagoas. No ano passado foram 568 e, em 2020, 607 assassinatos. Quase 7% de acréscimo. A análise de dados da Secretaria de Estado da Segurança aponta, ainda, que quase 92% das vítimas eram homens. Os Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLI) por idade em Alagoas, no período de janeiro a agosto de 2020, ocorreram mais na faixa dos 18 aos 19 anos e representaram mais de 52% do número geral de casos. Mais de 70,4% foram mortos por arma de fogo.

Quase 90% das pessoas assassinadas em Alagoas eram pardas ou pretas, respectivamente, 75,8% e 7,1%. Brancas representaram apenas 12,7% e não existiam informações sobre raça/cor de mais de 4%. Os dados da Secretaria de Segurança revelam que as vítimas foram assassinadas – quase em sua maioria – em locais públicos, em casa ou próximo de onde moravam. Do total de CVLI, 777 foram homicídios dolosos (simples e qualificado), 71 por resistência com resultado morte, 16 por latrocínio e quatro de lesão corporal seguida de morte. Os municípios mais violentos nos primeiros oito meses do ano foram Maceió, Arapiraca e Rio Largo. Sobre Maceió, 249 pessoas foram assassinadas de janeiro a agosto deste ano e 225 no mesmo período do ano passado. Um aumento de 10,6%. Mais de 91% eram homens, quase 58% das vítimas tinham de 18 a 29 anos e perto de 70% foram mortas por arma de fogo.

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2020 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS