Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Feipol-NE repudia as declarações do Governador do Sergipe por desvalorizar a luta dos policiais civis por periculosidade

Por Imprensa (segunda-feira, 6/09/2021)
Atualizado em 6 de setembro de 2021

A Federação Interestadual dos Trabalhadores Policiais Civis da Região Nordeste – Feipol-NE repudia veementemente o posicionamento desrespeitoso e discriminatório do Governador do Estado de Sergipe, Belivaldo Chagas, diante da mobilização dos policiais pela implantação do adicional noturno.

Em manifestação, realizada no dia no dia 27 de agosto, o governador se reportou ao Movimento Polícia Unida, que reúne todas as categorias de Segurança Pública de Sergipe, de forma desrespeitosa, dizendo: “Eles estão sem ter o que fazer, aí vem aqui para porta”, quando as entidades representativas dos policiais lutam pelo justo direito ao Adicional de Periculosidade.

Com essa atitude, o governador de Sergipe mostra sua desvalorização aos seus profissionais das Forças de Segurança Pública, que lutam diariamente pela proteção e preservação da vida da população sergipana, que convive com um dos maiores índices de violência do país.

A Feipol-NE manifesta solidariedade aos policiais civis e demais integrantes da Segurança Pública do Estado de Sergipe, colocando-se à disposição e apoiando a luta pela regulamentação do Adicional de Periculosidade, por ser justo, legal, constitucional e necessário aos profissionais que arriscam suas vidas pelo bem maior que é a vida da população.

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2021 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS