Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Sindpol defende o SUS no Dia Mundial da Saúde

Por Imprensa (quarta-feira, 7/04/2021)
Atualizado em 7 de abril de 2021

No Dia Mundial da Saúde, em 7 de abril, a diretoria do Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol) defende o Sistema Único de Saúde (SUS), principalmente, nesse momento de contágios e mortes pelo novo coronavírus, em que a população precisa do sistema de saúde pública, do atendimento, de medicamentos e da vacinação.

O presidente do Sindpol, Ricardo Nazário, revela que, em torno de 70% da categoria dos policiais civis, depende da saúde pública, do HGE e das UPAs, pois a maioria não possui plano de saúde, necessitando exclusivamente do SUS para tratamento de saúde e de seus famílias.

O dirigente sindical chama a atenção da categoria para o apoio e a defesa do SUS como proteção da família e da população. O Sindpol destaca a necessidade de combate a reforma administrativa que coloca em risco a garantia da saúde pública e de todos os serviços públicos. Nas cidades do interior de Alagoas, é na saúde pública que os policiais civis recebem atendimento de saúde.

A importância do SUS
O SUS foi criado pela Constituição Federal Brasileira de 1988 e tem como princípios a universalidade, integralidade, equidade, participação social e a descentralização.

O SUS garante acesso do simples atendimento ambulatorial aos transplantes de órgãos. É de responsabilidade do SUS todas as ações da Vigilância Sanitária, como o controle de qualidade da água potável, a fiscalização de alimentos no comércio e de espaços públicos como aeroportos e rodoviárias.

O SUS realiza as campanhas, como de vacinação, doação de sangue e leite materno que acontecem o ano todo. Faz prevenção, controle e tratamento de doenças crônicas por meio das equipes da Estratégia da Saúde da Família (ESF), além do tratamento oncológico (de câncer) em diversos níveis.

O SUS também determina as regras de vendas de medicamentos genéricos e procedimentos médicos. Internacionalmente, o SUS é exemplo de excelência na assistência e tratamento de pessoas com Aids/HIV.

O Programa Farmácia Popular, do SUS, oferece acesso aos medicamentos considerados essenciais e gratuitos para hipertensão (pressão alta), diabetes e asma, Aids e Alzheimer, além de medicamentos com até 90% de desconto indicados para dislipidemia (colesterol alto), rinite, Parkinson, osteoporose e glaucoma, além de anticoncepcionais.

Em atenção a todos os serviços realizados pela saúde pública, o Sindpol solicita a participação dos policiais civis na luta em defesa do SUS, por mais recursos financeiros e por vacinação para todos.

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2021 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS