Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

Greve é intensificada no Deic e na Delegacia das Mulheres

Por Imprensa (quinta-feira, 28/04/2011)
Atualizado em 28 de abril de 2011

O comando de greve visitou os policiais da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), da Delegacia das Mulheres, do Instituto de Identificação e da Central de Inquéritos, promovendo um trabalho de conscientização.


 


No Deic, os policiais estão sofrendo pressão para trabalhar. O diretor da Cobrapol, José Carlos Fernandes Neto, o Zé Carlos, destacou que não dá mais para improvisar, de fazer diligência com colete à prova de bala com prazo vencido. “O policial não pode utilizar seus equipamentos e armamentos pessoais como o notebook, armas e munições. Veja os 8.200 homicídios em quatro anos em Alagoas. Isso representa uma cidade dizimada”, alertou.


 


Para o 2° vice-presidente, Edeilto Gomes, o Estado tem que apresentar uma proposta de valorização dos servidores. “Da forma como está, não teremos condição de garantir nossas vidas, imagine como fica a população”


 


O presidente do Sindpol, Carlos Jorge da Rocha, reforçou o engajamento dos policiais na greve, destacando que a categoria tem que fazer: trabalho zero.


 


Os sindicalistas também conversaram com a chefe de Operações da Delegacia das Mulheres quanto à adesão ao movimento grevista. A policial disse que só estava terminando de atender as intimações antes da deflagração da greve. Segundo ela, nenhuma intimação foi entregue após a greve. A chefe manteve seu compromisso com a luta dos policiais por melhoria salarial e condições dignas de trabalho.


 


O governo ainda não acenou com nenhuma negociação junto aos policiais civis.  A orientação do Sindpol é que os policiais civis parem todos os serviços, inclusive as prisões em flagrantes, que em greves anteriores eram mantidas, mas por conta da decisão antecipada de ilegalidade do movimento paredista também estão suspensas.


 


O mesmo trabalho de conscientização e fortalecimento do movimento grevista foi feito no Instituto de Identificação e na Central de Inquéritos.


 

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2021 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS