Carregando
(82) 3221.7608 | 3336.6427

População é atendida pelo Sindpol em Ação com a campanha de prevenção ao câncer de mama
Presidente do Sindpol alerta para a falta de políticas públicas voltadas às mulheres

Por Imprensa (quarta-feira, 20/10/2021)
Atualizado em 20 de outubro de 2021

O Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol) realizou ação de prevenção ao câncer de mama, em alusão à campanha Outubro Rosa, no Centro de Maceió. Com o Sindpol em Ação , mais de 100 mulheres foram atendidas com teste rápido de glicemia, aferição de pressão arterial, orientações sobre cuidados e prevenção ao câncer de mama pelas enfermeiras Priscila Brasil, Gabryella Sales e profissionais de psicologia. Além disso, o Sindpol realizou a distribuição de informativos, máscaras e lanches à população.

O presidente do Sindpol, Ricardo Nazário, informou que a atividade cumpriu o objetivo de atrair as mulheres policiais e mulheres da sociedade, visando a conscientização da prevenção ao câncer de mama. “Ao mesmo tempo, fazemos a discussão com a população de que precisamos cobrar dos governos a atenção e fortalecimento das políticas públicas de prevenção às doenças específicas das mulheres”, disse.

O dirigente sindical revela que as mulheres denunciaram que a saúde pública não está oferecendo os devidos atendimentos, o que comprovou a importância da campanha de prevenção do Sindpol.

Para a 2ª Secretária do Sindpol, Priscilla Albuquerque Braz, o ato contribuiu para compartilhar as informações e promover a conscientização para reduzir a mortalidade pelo câncer de mama, que matou mais de 18 mil mulheres em 2019.

As policiais civis também prestigiaram o evento. Alessandra Veloso ressaltou a importância do trabalho de conscientização pelo Sindpol, destacando que a Polícia Civil não apenas combate violência, mas também se preocupa com a sociedade. “Estamos informando as pessoas sobre a importância dos cuidados à saúde e diagnóstico precoce do câncer de mama”.

Para a policial civil Maria Vera dos Santos, o Sindpol também é ação social e realiza esse trabalho importante junto à população de esclarecimento ao câncer de mama.

O diretor de Comunicação, psicólogo José Edeilto Gomes dos Santos, CRP AL 4521, destaca a importância do acolhimento por parte do Sindpol ao público, no Centro de Maceió, promovendo uma quebra de paradigma quanto ao perfil dos policiais civis, vistos antes apenas como profissionais de investigação de crimes, hoje observados como servidores que atendem a sociedade e promovem saúde.

Atraída pela campanha, a dona de casa Zenaide Francisco da Silva afirmou que as orientações são importantes para as mulheres entenderem a mudança do corpo da mulher e ficarem em alerta quanto à saúde, principalmente, quanto ao câncer.

O casal Nerivânia Vidal Dias e Luiz Dias Cordeiro aproveitou para fazer os exames e tirar dúvidas. “É gratificante estar participando desse evento. Estive no Pan Salgadinho para verificar minha glicose, e não me atenderam”, disse Nerivânia, informando que seu marido também não conseguiu fazer o exame no Posto de Saúde do Santos Dumont.

A professora Maria Isabel dos Santos revelou que sempre participa da campanha. “É muito importante a prevenção de doenças através dessas atividades na rua”, agradeceu.

Ainda no ato, os servidores do Judiciário de Alagoas, que estão mobilizados pela data-base, apoiaram a ação do Sindpol. Ricardo Nazário e a diretoria do Sindpol também prestaram apoio à luta dos servidores.

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Comentários

Faça agora seu Recadastramento
e fique informado

© Copyright 2001 - 2021 | SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS DE ALAGOAS